Portugal acompanhará reforço de tropas da NATO de “forma adequada às suas circunstâncias” – Costa

O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje que Portugal participará de “forma adequada às circunstâncias” do país no anunciado reforço de tropas da NATO.

Portugal acompanhará reforço de tropas da NATO de

Portugal acompanhará reforço de tropas da NATO de “forma adequada às suas circunstâncias” – Costa

O primeiro-ministro, António Costa, disse hoje que Portugal participará de “forma adequada às circunstâncias” do país no anunciado reforço de tropas da NATO.

“Aguardamos que o comando da NATO faça uma precisão da distribuição das capacidades que são necessárias e da nossa contribuição”, afirmou António Costa à chegada à cimeira da NATO que arranca hoje em Madrid.

A NATO vai aprovar nesta cimeira o reforço da sua presença em países do leste europeu e das tropas em prontidão, neste caso, de 40 mil para mais de 300 mil militares, segundo o secretário-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla em inglês), Jens Stoltenberg.

António Costa sublinhou que este aumento de oito vezes das tropas em prontidão é um aumento global e “não quer dizer que cada país aumente oito vezes a sua disponibilidade”.

“Nós participaremos da forma adequada àquilo que são as nossas circunstâncias e ao forte reforço que temos vindo a fazer ao longo dos anos, que iremos prosseguir, tendo em vista cumprir os objetivos que em 2014 foram assumidos para reforço do nosso investimento em defesa”, afirmou.

O primeiro-ministro lembrou que Portugal tem “incrementado bastante” este ano a participação em forças nacionais destacadas no âmbito da NATO

“Este ano temos uma forte presença na Roménia, vamos continuar seguramente a ter e acompanharemos esse reforço”, afirmou.

MP/TA // SCA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS