Polícia tentou deter antigo PM da Guiné-Bissau Aristides Gomes no congresso do PAIGC

A polícia guineense tentou hoje deter o antigo primeiro-ministro do país Aristides Gomes, que se encontra em Bissau para participar no x congresso do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde, disse à Lusa fonte partidária.

Polícia tentou deter antigo PM da Guiné-Bissau Aristides Gomes no congresso do PAIGC

Polícia tentou deter antigo PM da Guiné-Bissau Aristides Gomes no congresso do PAIGC

A polícia guineense tentou hoje deter o antigo primeiro-ministro do país Aristides Gomes, que se encontra em Bissau para participar no x congresso do Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde, disse à Lusa fonte partidária.

Segundo a mesma fonte, polícias armados entraram no local onde decorre o congresso, tentando retirar à força Aristides Gomes, que esteve cerca de um ano refugiado nas Nações Unidas, em Bissau, e que depois saiu do país em fevereiro de 2021, num avião daquela organização internacional.

A polícia evocou um mandado judicial emitido pelo Ministério Público, mas alguns congressistas impediram as forças de segurança de levar o antigo primeiro-ministro e militante do PAIGC.

A comissão organizadora do congresso pediu aos delegados para manterem a calma, garantindo que os trabalhos irão prosseguir.

O congresso do partido, dedicado ao tema “Consolidação da Coesão Interna, a luz do pensamento de Amílcar Cabral, pelo resgate do poder popular e promoção do desenvolvimento”, vai decorrer até domingo.

O PAIGC deveria ter realizado o seu congresso em fevereiro, mas foi adiado devido às restrições sanitárias impostas pelo Governo para combater a pandemia da covid-19.

Questões judiciais, algumas das quais que levaram à intervenção das forças de segurança, impediram o partido de realizar o congresso por mais três vezes.

MSE/MB // RBF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS