Polícia marroquina impede salto massivo de 400 migrantes em Ceuta

A polícia marroquina impediu hoje a passagem de 400 migrantes subsaarianos para a cidade espanhola fronteiriça de Ceuta, num incidente que fez 24 feridos, segundo as autoridades locais.

Polícia marroquina impede salto massivo de 400 migrantes em Ceuta

Polícia marroquina impede salto massivo de 400 migrantes em Ceuta

A polícia marroquina impediu hoje a passagem de 400 migrantes subsaarianos para a cidade espanhola fronteiriça de Ceuta, num incidente que fez 24 feridos, segundo as autoridades locais.

Rabat, 19 jan 2020 (Lusa) — A polícia marroquina impediu hoje a passagem de 400 migrantes subsaarianos para a cidade espanhola fronteiriça de Ceuta, num incidente que fez 24 feridos, segundo as autoridades locais citadas num comunicado da agência de notícias marroquina MAP, adiantou a EFE.

A tentativa de salto em massa aconteceu na parte oeste da cerca que separa Ceuta da cidade marroquina de Beliunech e deixou 24 pessoas feridas entre migrantes e forças de segurança, transportados depois para os hospitais mais próximos do lado da fronteira marroquina.

Várias pessoas foram detidas para esclarecer o sucedido, adianta ainda a EFE, que acrescenta que o comunicado dá a entender que nenhum migrante conseguiu passar para o lado de Ceuta.

Este é o primeiro incidente do género registado em 2020 e acontece depois de Espanha ter retirado os rolos de arame farpado no lado espanhol da cerca, ainda que Marrocos tenha reforçado a estrutura com mais arame farpado.

Em 2019 a chegada de migrantes a Espanha baixou 59% face a 2018, uma tendência acompanhada também na fronteira em Ceuta, onde as tentativas de saltar a cerca baixaram 31,2% no mesmo período.

Dados do Ministério do Interior espanhol indicam que houve 1.361 incidentes destes registados em 2019 em Ceuta.

IMA // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS