Polícia abateu atirador junto ao Pentágono, um agente policial morreu esfaqueado

O suspeito de ter disparado hoje vários tiros junto ao Pentágono foi abatido pelas forças de segurança norte-americanas, anunciaram as autoridades locais, que deram também conta da morte de um agente policial na sequência de um esfaqueamento.

Polícia abateu atirador junto ao Pentágono, um agente policial morreu esfaqueado

Polícia abateu atirador junto ao Pentágono, um agente policial morreu esfaqueado

O suspeito de ter disparado hoje vários tiros junto ao Pentágono foi abatido pelas forças de segurança norte-americanas, anunciaram as autoridades locais, que deram também conta da morte de um agente policial na sequência de um esfaqueamento.

O Pentágono, o quartel-general das forças armadas dos Estados Unidos, entrou temporariamente em estado de alerta e foi encerrado depois de terem sido disparados vários tiros próximo do edifício.

Desconhecem-se, para já, pormenores sobre o suspeito dos disparos.

O agente da Força de Proteção do Pentágono acabaria por morrer devido aos ferimentos, confirmaram à agência noticiosa Associated Press (AP) fontes oficiais sob anonimato.

A ligação entre o tiroteio e o esfaqueamento está ainda por esclarecer, uma vez que as autoridades locais não avançaram pormenores sobre o incidente, que aconteceu na estação de autocarros que serve uma das entradas no Pentagon Transit Center.

O Pentágono já indicou que irá dar mais pormenores numa conferência de imprensa a realizar ainda hoje.

A Força de Proteção do Pentágono já reabriu o edifício e pediu às pessoas para se manterem longe do local.

Ainda não houve confirmações oficiais de outras vítimas, sendo que o jornal local Arlington Now reportou que “pelo menos três pessoas” foram atingidas a tiro, duas das quais em estado grave. Polícia, bombeiros e paramédicos acorreram ao local após o tiroteio, que aconteceu às 10:30 locais (17:30 em Lisboa)

A plataforma é usada por milhares de empregados do Pentágono diariamente, sendo que os transportes foram desviados da área.

O Arlington Now citou uma testemunha, Dave Statter, que disse ter ouvido “pelo menos uma dúzia de disparos” e assistiu a manobras de ressuscitação em duas vítimas caídas no chão.

O departamento de bombeiros e paramédicos da zona, Arlington Fire & EMS, confirmou no Twitter que a equipa encontrou “múltiplos pacientes” no cenário do incidente.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS