PM são-tomense garante aquisição de novo grupo gerador antes do fim do ano

PM são-tomense garante aquisição de novo grupo gerador antes do fim do ano

O primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe anunciou hoje que a compra de um novo grupo gerador para procurar responder ao aumento do consumo de energia na quadra festiva naquele país, afetado por uma crise energética.

“Teremos que adotar o plano B em termos de emergência para momentos de pico nos próximos tempos, possivelmente a aquisição de forma pontual de um grupo. Há alguns contactos preliminares que começámos a fazer na perspetiva de sermos poder e hoje somos, portanto vamos encontrar solução ainda para este ano, pelo menos nesta quadra festiva”, garantiu Jorge Bom Jesus, que tomou posse no sábado passado como chefe do novo executivo são-tomense.

Durante a sua primeira visita à Empresa de Água e Eletricidade (Emae), onde se reuniu com a direção-geral demissionária, o primeiro-ministro fez-se acompanhar pelos ministros das Obras Públicas, Infraestruturas, Recursos Naturais e Ambiente, Osvaldo Abreu, e do Planeamento, Finanças e Economia Azul, Osvaldo Vaz, além dos respetivos secretários de estado.

“As informações são preocupantes. Para uma exigência de cerca de 20 megawatts nós estamos a produzir cerca de 11 e mesmo esses 11 megawatts não se pode dizer que haverá estabilidade durante todo este mês”, comentou Bom Jesus.

O chefe do Governo são-tomense não revelou quando tenciona nomear uma nova direção, mas admitiu que é necessário fazer mudanças.

Bom Jesus secundou a posição assumida recentemente pelo Presidente da República, Evaristo Carvalho, que pediu “a abertura de um processo de inquérito para o apuramento cabal” das razões da crise energética que tem afetado São Tomé nos últimos meses.

“À semelhança daquilo que o Presidente da República exigiu – e eu alinho-me no mesmo diapasão -, um inquérito tem que ser feito para que possamos apurar responsabilidades e saberemos agir, tanto de ponto de vista dr erro de gestão ou de natureza criminal”, acrescentou Jorge Bom Jesus.

O país tem vivido, nos últimos meses, cortes prolongados de abastecimento de luz, que chegam a durar dias consecutivos, e que já motivaram vários protestos de populações.

MYB // JH

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

PM são-tomense garante aquisição de novo grupo gerador antes do fim do ano

O primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe anunciou hoje que a compra de um novo grupo gerador para procurar responder ao aumento do consumo de energia na quadra festiva naquele país, afetado por uma crise energética.