PM etíope empossado para um segundo mandato de cinco anos

O primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmed, foi empossado hoje para um segundo mandato de cinco anos à frente do Governo, durante o qual terá de enfrentar vários desafios, como a situação conflituosa na região do Tigray.

PM etíope empossado para um segundo mandato de cinco anos

PM etíope empossado para um segundo mandato de cinco anos

O primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmed, foi empossado hoje para um segundo mandato de cinco anos à frente do Governo, durante o qual terá de enfrentar vários desafios, como a situação conflituosa na região do Tigray.

Abiy Ahmed, cujo Partido da Prosperidade (PP) obteve uma vitória esmagadora em junho passado, foi empossado na manhã de hoje pela presidente do Supremo Tribunal etíope, Meaza Ashenafi.

O primeiro-ministro, galardoado com Prémio Nobel da Paz em 2019 por restaurar os laços com a vizinha Eritreia e por defender reformas políticas radicais, enfrenta agora grandes desafios à medida que a guerra na região do Tigray se espalha para outras partes do país, além da continuidade da violência étnica e as práticas repressivas do Governo, que estão de volta.

A guerra de 11 meses na região do Tigray está a enfraquecer a economia da Etiópia, antes uma das zonas com crescimento mais rápido em África, e ameaçando isolar Abiy, que já foi visto como uma pacificador regional.

Apenas três chefes de Estado africanos – da Nigéria, Senegal e a vizinha Somália – participaram hoje na cerimónia de posse do primeiro-ministro etíope.

O governo da Etiópia enfrentou na semana passada a condenação das Nações Unidas, dos Estados Unidos e de vários países europeus depois de expulsar sete funcionários da ONU que acusou de apoiar as forças do Tigray, que têm lutado contra forças etíopes e aliadas.

CSR // SB

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS