PM espanhol e secretário-geral da NATO reuniram-se com cimeira da Aliança na agenda

O presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, recebeu este fim de semana o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, com quem realizou trabalhos de preparação da cimeira da organização, que se realiza em Madrid, a 29 e 30 de junho.

PM espanhol e secretário-geral da NATO reuniram-se com cimeira da Aliança na agenda

PM espanhol e secretário-geral da NATO reuniram-se com cimeira da Aliança na agenda

O presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, recebeu este fim de semana o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, com quem realizou trabalhos de preparação da cimeira da organização, que se realiza em Madrid, a 29 e 30 de junho.

Fontes de Moncloa indicaram que Sánchez e Stoltenberg se reuniram sábado e hoje na Quintos de Mora, em Los Yébenes (Toledo), numa reunião bilateral apenas para discutir, entre outras questões, os preparativos para a cimeira e a situação na Ucrânia.

Os dois líderes discutiram a elaboração do novo conceito estratégico, os desafios futuros que a Aliança enfrenta num momento histórico, com uma guerra no flanco oriental, e uma visão de 360º para enfrentar também as ameaças vindas do Sul, explicaram as mesmas fontes.

As reuniões de trabalho ocorreram na véspera do 40º aniversário da adesão de Espanha à Aliança Atlântica.

Numa mensagem no Twitter, o primeiro-ministro espanhol publicou uma fotografia com o secretário-geral da NATO: “Fim de semana a trabalhar com Jens Stoltenberg, antes da comemoração do 40º aniversário da adesão de Espanha à NATO. Pronto para acolher a próxima cimeira da NATO, num momento histórico para a Aliança em defesa da paz e da segurança”, escreveu.

Felipe VI, Sánchez e Stoltenberg presidirão esta segunda-feira à cerimónia de comemoração do 40º aniversário da entrada de Espanha na Aliança Atlântica, no Teatro Real em Madrid.

O evento contará com a presença de mais de 300 convidados, incluindo antigos presidentes do executivo e antigos secretários-gerais da NATO, bem como representantes dos poderes do Estado, informaram fontes governamentais.

Até agora, Felipe González, José María Aznar e José Luis Rodríguez Zapatero, bem como o antigo chefe da Aliança Atlântica, Javier Solana, confirmaram a sua presença.

Os embaixadores em Bruxelas dos 30 países aliados que compõem o Conselho Atlântico estarão também presentes, o que é pouco habitual para atos institucionais de um país específico.

Um conselheiro do Presidente ucraniano, Volodymir Zelenski, que deverá visitar Madrid na próxima semana, deverá também estar presente.

SMM // ACL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS