Pelosi acusou Trump de usar o Congresso como cenário de ‘reality show’

A líder Democrata da Câmara de Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, acusou o Presidente Donald Trump de usar o Congresso como “cenário de um ‘reality show'”, durante o discurso sobre o Estado da União.

Pelosi acusou Trump de usar o Congresso como cenário de 'reality show'

Pelosi acusou Trump de usar o Congresso como cenário de ‘reality show’

A líder Democrata da Câmara de Representantes dos EUA, Nancy Pelosi, acusou o Presidente Donald Trump de usar o Congresso como “cenário de um ‘reality show'”, durante o discurso sobre o Estado da União.

Nancy Pelosi tinha rasgado as folhas com a cópia do discurso de Trump, no final da sessão solene do Estado da União, no Congresso, na terça-feira, numa manifestação de protesto contra as palavras e a atitude do Presidente na cerimónia.

“Ele (o Presidente) usou o Congresso dos Estados Unidos como cenário de um programa de ‘reality show’. (…) Ele estava num estado mental em que não tinha contacto com a realidade”, explicou hoje Pelosi, numa conferência de Imprensa, para explicar porque tinha rasgado as folhas do discurso, no final da sessão do Estado da União.

Pelosi referia-se ao facto de, durante a sessão, o Presidente ter oferecido uma bolsa a uma criança desfavorecida e ter feito aparecer, de surpresa, um soldado destacado para o Iraque, para os braços da mulher e da filha, que estavam na plateia.

Para a líder Democrata, as palavras do Presidente foram “um manifesto de falsidades”, referindo-se ao que disse serem as muitas incorreções no discurso de Trump.

Nancy Pelosi referiu-se ainda ao julgamento político do Presidente no Senado, que terminou com a sua absolvição das acusações de abuso de poder e de obstrução ao Congresso, dizendo que ficará como uma marca desta presidência.

“Ele fica acusado politicamente para sempre. Não importa o que ele diga ou os títulos que ele mostra. Ele ficou acusado para sempre. Essa cicatriz nunca será removida e a história sempre o recordará como o Presidente que foi acusado de minar a segurança do nosso país”, disse Pelosi, fazendo referência a um pequeno-almoço com Trump, em que esteve presente e onde o Presidente apareceu ostentando orgulhosamente a primeira página do jornal USA Today com o título “Absolvido!”.

Nessa reunião, em que o Presidente tomou o pequeno-almoço com líderes políticos e religiosos, Donald Trump, não escondeu a sua fúria com a oposição democrata, dizendo que sofreu “uma terrível provação”, com o julgamento político.

“Como sabem, a minha família, o nosso grande país e o vosso Presidente foram colocados perante uma terrível provação, orquestrada por pessoas muito desonestas e corruptas”, disse Trump, durante o evento, na presença de Nancy Pelosi, uma das principais promotoras do processo de ‘impeachment’.

O Presidente disse que a oposição Democrata sabe que “o que está a fazer é errado, mas coloca os seus interesses à frente do país”, elogiando a maioria Republicana no Senado por ter tido “a sabedoria, o rigor moral e a força para fazer o que sabia ser justo”.

RJP // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS