Partido Novo, do candidato João Amoêdo, declara-se neutro na segunda volta das presidenciais brasileiras

Partido Novo, do candidato João Amoêdo, declara-se neutro na segunda volta das presidenciais brasileiras

O partido Novo, do candidato presidencial João Amoêdo, anunciou hoje a sua neutralidade no apoio para a segunda volta das eleições, tendo declarado que não apoiará Jair Bolsonaro(PSL) e tendo-se posicionado “absolutamente contra o PT”.

De acordo com um comunicado, o partido manifestou-se descontente com o cenário presidencial na segunda volta: “não é aquele que desejávamos”.

O comunicado justifica os motivos do posicionamento contra o Partido dos Trabalhadores (PT), sendo as “ideias e práticas opostas” os argumentos usados, porém, não deixa claro os motivos contra o apoio a Bolsonaro, segundo o jornal Folha de S. Paulo.

O candidato João Amoêdo obteve nas eleições presidenciais deste domingo 2,5% dos votos, o que lhe garantiu o quinto lugar, à frente de nomes como Marina Silva, do partido Rede, Henrique Meirelles do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e Alvaro Dias do Podemos.

Nestas eleições, o partido Novo elegeu oito deputados federais, onze estaduais e um distrital.

Os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) irão defrontar-se na segunda volta das eleições presidenciais brasileiras no dia 28 deste mês, após cada um ter obtido 46% e 29% dos votos, respetivamente.

MYMM // EL

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Partido Novo, do candidato João Amoêdo, declara-se neutro na segunda volta das presidenciais brasileiras

O partido Novo, do candidato presidencial João Amoêdo, anunciou hoje a sua neutralidade no apoio para a segunda volta das eleições, tendo declarado que não apoiará Jair Bolsonaro(PSL) e tendo-se posicionado “absolutamente contra o PT”.