Parlamento Europeu denuncia deterioração dos direitos das mulheres no Afeganistão

O Parlamento Europeu (PE) denunciou hoje a deterioração dos direitos das mulheres no Afeganistão sob o regime talibã e assegurou que o respeito dos seus direitos deve ser condição para que a comunidade internacional mantenha contactos com os talibãs.

Parlamento Europeu denuncia deterioração dos direitos das mulheres no Afeganistão

Parlamento Europeu denuncia deterioração dos direitos das mulheres no Afeganistão

O Parlamento Europeu (PE) denunciou hoje a deterioração dos direitos das mulheres no Afeganistão sob o regime talibã e assegurou que o respeito dos seus direitos deve ser condição para que a comunidade internacional mantenha contactos com os talibãs.

Através de uma resolução aprovada com 532 votos a favor, o PE criticou a regressão dos direitos das mulheres no país e os ataques contra instituições escolares que acolhem raparigas, e que se agravaram após o regresso dos talibãs ao poder em agosto de 2021, na sequência da retirada militar dos Estados Unidos.

Nesse sentido, os eurodeputados pediram aos talibãs que garantam a participação das mulheres na vida pública e que a comunidade internacional coloque esta prática como condição para dialogar com Cabul, e ao recordar as promessas dos talibãs quando chegaram ao poder sobre o regresso das mulheres ao sistema de ensino.

A resolução lamenta que o acesso à informação se tenha tornado mais difícil no Afeganistão, para além de uma crescente pressão sobre diversas organizações da sociedade civil.

PCR // PDF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS