Ofertas de emprego recuam na zona euro e UE, Portugal com a 2.ª menor

A taxa de ofertas de emprego recuou para os 1,9% na zona euro e os 1,8% na União no quarto trimestre de 2020, com Portugal a apresentar a segunda menor (0,7%), segundo o Eurostat.

Ofertas de emprego recuam na zona euro e UE, Portugal com a 2.ª menor

Ofertas de emprego recuam na zona euro e UE, Portugal com a 2.ª menor

A taxa de ofertas de emprego recuou para os 1,9% na zona euro e os 1,8% na União no quarto trimestre de 2020, com Portugal a apresentar a segunda menor (0,7%), segundo o Eurostat.

Na zona euro, a taxa de vagas de emprego (1,9%) recuou face ao mesmo período de 2019 (2,2%), mas subiu na comparação com o trimestre anterior (1,7%).

Na UE, a taxa de ofertas de emprego de 1,8% entre outubro e dezembro de 2020 compara com a de 2,2% registada no quarto trimestre de 2019 e com a de 1,7% nos três meses anteriores.

Segundo o gabinete estatístico europeu, os países que apresentaram maiores taxas de emprego no quatro trimestre de 2020 foram a República Checa (5,0%), Alemanha (3,0%) e Bélgica (2,9%), tendo as mas baixas sido registadas na Grécia (0,5%) e em Portugal, Bulgária, Eslováquia, Espanha, Polónia e Roménia (0,7% cada).

A taxa de 0,7% de vagas de emprego em Portugal recuou face aos 0,9% do período homólogo, mas manteve-se estável na comparação com o terceiro trimestre de 2020.

IG // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS