OE2022: CDS-PP defende que Portugal “precisava de tudo menos de uma crise política”

A deputada do CDS-PP Cecília Meireles defendeu hoje que Portugal precisava neste momento “de tudo menos de uma crise política” e que a esquerda “caiu exclusivamente pelas suas mãos” e não merece outra oportunidade.

OE2022: CDS-PP defende que Portugal

OE2022: CDS-PP defende que Portugal “precisava de tudo menos de uma crise política”

A deputada do CDS-PP Cecília Meireles defendeu hoje que Portugal precisava neste momento “de tudo menos de uma crise política” e que a esquerda “caiu exclusivamente pelas suas mãos” e não merece outra oportunidade.

A deputada do CDS-PP Cecília Meireles defendeu hoje que Portugal precisava neste momento “de tudo menos de uma crise política” e que a esquerda “caiu exclusivamente pelas suas mãos” e não merece outra oportunidade. “Portugal, agora, precisava de tudo, de tudo menos de uma crise política. E é lamentável que tenham que ser os portugueses a colher a tempestade semeada pelos ventos do oportunismo da geringonça”, afirmou a centrista.

Cecília Meireles falava na Assembleia da República, no encerramento do debate na generalidade do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022).

Considerando que “deste orçamento não rezará a história”, a deputada do CDS-PP apontou que “dele o máximo que se dirá é que marca o momento em que o senhor primeiro-ministro virou a cara à economia para se entregar à ideologia”. E “em que a esquerda radical impôs a sua utopia face a um mínimo dos mínimos de realismo, em que o país observa que esta maioria — seja lá a culpa de quem for e a quem a tentarem atribuir — caiu exclusivamente pelas suas mãos e por isso mesmo não merece de Portugal uma segunda oportunidade”, acrescentou.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS