OE2020: BE valoriza medidas acordadas com Governo, mas avisa que ainda há muitas insuficiências

O BE valorizou hoje os resultados da negociação orçamental com o Governo e as medidas acordadas, mas avisou que, na especialidade, “há ainda tanto por fazer para superar as insuficiências” do Orçamento do Estado para 2020.

OE2020: BE valoriza medidas acordadas com Governo, mas avisa que ainda há muitas insuficiências

OE2020: BE valoriza medidas acordadas com Governo, mas avisa que ainda há muitas insuficiências

O BE valorizou hoje os resultados da negociação orçamental com o Governo e as medidas acordadas, mas avisou que, na especialidade, “há ainda tanto por fazer para superar as insuficiências” do Orçamento do Estado para 2020.

Foi ao líder da bancada parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, que coube a responsabilidade de fazer, em nome dos bloquistas, o encerramento do debate na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), cuja abstenção do partido foi quinta-feira anunciada depois do acordo com o Governo para um conjunto de medidas.

“Valorizamos o resultado da negociação, mas sabemos que há ainda tanto por fazer para superar as insuficiências desta proposta de Orçamento do Estado”, afirmou.

Redução do IVA da energia, trabalhadores por turnos, cuidadores informais, respostas à crise da habitação, defesa do investimento público e dos transportes e combate à corrupção foram as áreas elencadas pelo líder parlamentar bloquista como o foco do BE para a fase da especialidade.

“Agora começa o debate de especialidade, agora são as deputadas e os deputados quem fará as escolhas determinantes. Da parte do Bloco de Esquerda, sabemos qual o nosso mandato e não falharemos às pessoas do nosso país”, garantiu.

Criticando que a proposta de lei que o Governo apresentou se resuma à palavra “superávite”, Pedro Filipe Soares apontou que este “orçamento não é de continuidade porque falha em perceber o contexto do país e do mundo”.

“Ortega Y Gasset escreveu que ‘eu sou eu e a minha circunstância, e se não a salvo a ela, não me salvo eu’. Esse é o problema da proposta de Orçamento do Estado apresentada pelo Governo: desconsidera a circunstância em que ele é apresentado”, criticou.

JF // ACL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS