Navio patrulha português inicia na quinta-feira cooperação com marinha cabo-verdiana

Um navio patrulha oceânico da Marinha portuguesa atraca na quinta-feira na ilha de São Vicente, prevendo realizar atividades de cooperação com a Guarda Costeira cabo-verdiana, incluindo apoio técnico às embarcações daquela força naval, foi hoje anunciado.

Navio patrulha português inicia na quinta-feira cooperação com marinha cabo-verdiana

Navio patrulha português inicia na quinta-feira cooperação com marinha cabo-verdiana

Um navio patrulha oceânico da Marinha portuguesa atraca na quinta-feira na ilha de São Vicente, prevendo realizar atividades de cooperação com a Guarda Costeira cabo-verdiana, incluindo apoio técnico às embarcações daquela força naval, foi hoje anunciado.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a Embaixada de Portugal na Praia explica que o Navio da República Portuguesa (NRP) “Setúbal” deverá permanecer no porto do Mindelo, no âmbito da iniciativa “Mar Aberto”, até 23 de maio, prevendo desenvolver durante esse período “atividades de cooperação com as Forças Armadas e Guarda Costeira de Cabo Verde”.

“Desde ações de formação, treino conjunto e partilha de conhecimentos, focando principalmente treino de manobra e condução de embarcações miúdas, apoio técnico aos navios da Guarda Costeira de Cabo Verde, ‘Guardião’ e ‘Badejo’, bem como a outras embarcações de dimensões reduzidas”, refere-se no comunicado, emitido pelo Gabinete do Adido de Defesa naquela embaixada.

Acrescenta-se que serão ainda realizados treinos de abordagem das forças anfíbias e das equipas de abordagem cabo-verdianas, envolvendo “formação teórica e prática e exercícios diversos, formação e partilha de experiências na área de Limitação de Avarias e procedimentos de emergência médica, formação e treino na área do mergulho”, mas também apoio técnico em várias áreas.

O NRP Setúbal é comandado pelo capitão-de-fragata Artur Jorge Martins Dias Marques e possui uma guarnição de 60 militares, dos quais duas mulheres e 58 homens.

Transporta ainda equipas de abordagem e de mergulhadores, um oficial médico naval e um aspirante a oficial da Escola Naval em estágio, contando com a presença a bordo de um oficial da Guarda Costeira dos Estados Unidos da América e outro da Marinha do Brasil.

PVJ // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS