Nacionalista croata Borjana Kristo é a primeira mulher a chefiar um Governo na Bósnia

A nacionalista croata Borjana Kristo, do partido HDZ BiH, foi hoje eleita primeira-ministra pelo parlamento da Bósnia-Herzegovina, tornando-se a primeira mulher a chefiar o Governo do país, que realizou eleições gerais em outubro passado.

Nacionalista croata Borjana Kristo é a primeira mulher a chefiar um Governo na Bósnia

Nacionalista croata Borjana Kristo é a primeira mulher a chefiar um Governo na Bósnia

A nacionalista croata Borjana Kristo, do partido HDZ BiH, foi hoje eleita primeira-ministra pelo parlamento da Bósnia-Herzegovina, tornando-se a primeira mulher a chefiar o Governo do país, que realizou eleições gerais em outubro passado.

Kristo recebeu o apoio de 23 dos 42 deputados da câmara dos representantes do parlamento central da Bósnia-Herzegovina.

Na semana passada, o trio presidencial bósnio, composto por um sérvio, um croata e um muçulmano, já tinha confiado a Kristo a formação do Governo, embora ainda faltasse a confirmação do parlamento.

Uma das suas principais prioridades é a reaproximação da Bósnia-Herzegovina à União Europeia (UE) e à NATO.

Kristo, uma advogada de 61 anos, foi candidata conjunta pelo HDZ BiH, por uma coligação de oito partidos muçulmanos bósnios moderados e pelo partido nacionalista sérvio SNSD.

Estes partidos, que se preparam para formar uma coligação governamental, deixam o partido muçulmano nacionalista bósnio SDA fora do poder pela primeira vez em mais de 20 anos.

Os partidos nacionalistas, que concentram as suas mensagens nas divisões étnicas, continuam a dominar o país quase três décadas após a guerra civil que opôs sérvios, croatas e muçulmanos.

Após o fim do conflito, em 1995, a Bósnia foi dividida em duas entidades autónomas: uma para muçulmanos e croatas, e outra para sérvios, que nos últimos meses tem acentuado a sua estratégia secessionista e as suas ameaças de rutura com as instituições centrais.

RJP // SCA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS