Moçambique/Ataques: Parlamento angolano debate envio de militares na missão da SADC

A Assembleia Nacional aprecia na terça-feira um pedido do Presidente angolano, João Lourenço, para o envio de militares angolanos da força em estado de alerta da SADC, destacada para apoiar Moçambique no combate ao terrorismo em Cabo Delgado.

Moçambique/Ataques: Parlamento angolano debate envio de militares na missão da SADC

Moçambique/Ataques: Parlamento angolano debate envio de militares na missão da SADC

A Assembleia Nacional aprecia na terça-feira um pedido do Presidente angolano, João Lourenço, para o envio de militares angolanos da força em estado de alerta da SADC, destacada para apoiar Moçambique no combate ao terrorismo em Cabo Delgado.

Este é o ponto único da 8.ª reunião plenária extraordinária e decorre de um pedido de João Lourenço, na sua qualidade de Comandante-em-Chefe das Forcadas Armadas Angolanas (FAA), sobre o envio de militares, no âmbito dos protocolos assinados com a Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla inglesa).

Segundo a agência de notícias angolana, ANGOP, Angola deverá enviar 20 assessores militares para Moçambique para apoiar as autoridades daquele país no combate ao terrorismo.

A informação foi avançada hoje pelo porta-voz da Assembleia Nacional, Raúl Lima, no final da conferência de líderes parlamentares que agendou a discussão, com caráter de urgência, para terça-feira.

Nesta operação, Angola deverá participar com dois oficiais no Mecanismo de Cooperação Regional (RMC), oito oficiais no Comando da Força e com dez tripulantes para aeronave de Projeção Aérea Estratégica do tipo IL-76.

RCR // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS