Ministro das Finanças defende acordo na concertação sobre política de rendimentos

O ministro das Finanças, Fernando Medina, defendeu hoje a importância de um acordo na Concertação Social em matéria de política de rendimentos para garantir a “estabilização da procura interna” e a “estabilidade social” numa altura de “incerteza”.

Ministro das Finanças defende acordo na concertação sobre política de rendimentos

Ministro das Finanças defende acordo na concertação sobre política de rendimentos

O ministro das Finanças, Fernando Medina, defendeu hoje a importância de um acordo na Concertação Social em matéria de política de rendimentos para garantir a “estabilização da procura interna” e a “estabilidade social” numa altura de “incerteza”.

“Em 2023, creio que seria altamente desejável a construção do que deve ser um acordo em matéria de política de rendimentos. Nós temos um sistema de concertação com as virtualidades e com as características que tem, mas devemos levar mais longe este esforço de concertação em matéria da política de rendimentos”, sustentou o ministro durante a conferência ‘Millennium Talks’, promovida hoje no Porto pelo Millennium bcp para debater o investimento empresarial.

Recordando que “o Governo foi criticado pela opção que fez relativamente à política salarial deste ano”, Medina reiterou tratar-se da “política salarial correta” no atual contexto: “Continuo a defender que acho que é a política salarial correta num ano de incerteza e num ano em que precisamos de não correr riscos e de não introduzir fatores de alimentação de um processo inflacionário ainda não totalmente conhecido e não totalmente desenvolvido”, sustentou.

“Mas — acrescentou — a verdade é que ganharemos todos e é essencial estabelecer uma base de confiança relativamente à política de rendimentos”.

Desde logo, para permitir “a estabilização da procura interna” numa altura em que se preveem “restrições à procura externa”, devido ao abrandamento das principais economias, e, depois, como forma de promover a “estabilidade social, que é um elemento essencial para o sucesso económico de um país, principalmente em alturas de maior incerteza e maior dificuldade”, explicou.

PD // CSJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS