Ministro da Fazenda do Brasil, Henrique Meirelles, anuncia saída do cargo

Ministro da Fazenda do Brasil, Henrique Meirelles, anuncia saída do cargo

O ministro da Fazenda brasileiro, Henrique Meirelles, anunciou hoje o abandono do cargo, que será ocupado pelo até agora secretário-executivo da pasta, Eduardo Guardia.

Brasília, 06 abr (Lusa) — O ministro da Fazenda brasileiro, Henrique Meirelles, anunciou hoje o abandono do cargo, que será ocupado pelo até agora secretário-executivo da pasta, Eduardo Guardia.


A demissão de Meirelles acontece depois da de sete dos seus colegas de Governo, quase todos eles para, em conformidade com a lei brasileira, poderem candidatar-se às próximas eleições.


Só que, no caso do ministro da Fazenda demissionário, recentemente filiado no Movimento Democrático Brasileiro (MDB) este deixou claro que só disputará eleições se for como candidato à Presidência da República.


“Vou analisar a possibilidade de uma candidatura à Presidência. Não pretendo ser candidato a vice-Presidente e não há a menor possibilidade de me candidatar a governador ou senador”, declarou, citado pelo diário Estado de S. Paulo.


Henrique Meirelles não indicou uma data para anunciar se será, de facto, o candidato à Presidência do Brasil do MDB, partido do atual chefe de Estado, Michel Temer.


“Temos agora um tempo de avaliação, conversas e viagens para amadurecer todo esse processo”, afirmou.


Hoje de manhã, Temer formalizou no Diário Oficial da União (DOU) a exoneração de sete ministros.


À exceção de Dyogo Oliveira, que sai do Ministério do Planejamento para presidir ao Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social (BNDES), os outros seis deixam os cargos, a pedido, para não terem incompatibilidades que os impeçam de concorrer às eleições deste ano.


Meirelles tomou a decisão de deixar as Finanças brasileiras após duas reuniões, hoje, com Michel Temer.



ANC // EL

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Ministro da Fazenda do Brasil, Henrique Meirelles, anuncia saída do cargo

O ministro da Fazenda brasileiro, Henrique Meirelles, anunciou hoje o abandono do cargo, que será ocupado pelo até agora secretário-executivo da pasta, Eduardo Guardia.