Ministro da Defesa reúne-se com homólogo na Roménia com UE e venda de F-16 na agenda

João Gomes Cravinho está hoje em Bucareste, Roménia, para uma curta visita oficial, no âmbito da venda de cinco aeronaves F-16, no valor de 130 milhões de euros.

Ministro da Defesa reúne-se com homólogo na Roménia com UE e venda de F-16 na agenda

Ministro da Defesa reúne-se com homólogo na Roménia com UE e venda de F-16 na agenda

João Gomes Cravinho está hoje em Bucareste, Roménia, para uma curta visita oficial, no âmbito da venda de cinco aeronaves F-16, no valor de 130 milhões de euros.

Bucareste, 07 nov 2020 (Lusa) — O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, está hoje em Bucareste, Roménia, para uma curta visita oficial, no âmbito da venda de cinco aeronaves F-16, no valor de 130 milhões de euros.

De acordo com o programa da visita, o governante vai reunir-se com o homólogo romeno, o general Nicolae-Ionel Ciuca, para debater “a cooperação entre os dois países no domínio da Defesa”, devendo abordar ainda “temas multilaterais, como as prioridades da presidência portuguesa da União Europeia”, que se inicia em janeiro, e a NATO.

À tarde, o ministro da Defesa visitará a Base Aérea nº 86, em Borcea, no sudeste da Roménia, onde se encontram já quatro aeronaves F-16, das cinco alienadas pelo Estado português à Roménia, em resultado de um contrato realizado em 2018, no valor de 130 milhões de euros.

A venda dos cinco aviões militares foi oficializada em janeiro passado. João Gomes Cravinho disse, na altura, que a intenção não era apenas vender as aeronaves, mas também o estabelecimento de um “relacionamento muito estreito de colaboração” com a Força Aérea romena.

De acordo com informação disponibilizada à agência Lusa pelo ministério da Defesa, os primeiros dois F-16 chegaram a território romeno em junho deste ano e outros dois aviões chegaram há uma semana. A entrega da quinta e última aeronave está prevista para abril de 2021.

Portugal e a Roménia já tinham celebrado outro contrato de venda de aeronaves militares. O primeiro foi em 2013 e correspondeu à alienação de 12 F-16.

Cinco anos depois, a Roménia expressou a Portugal a intenção de adquirir até 36 aeronaves iguais. O Estado português fez uma proposta de ceder cinco F-16 e de fazer o `upgrade´ de 17 destes aviões.

Ao todo, Portugal vendeu 17 aeronaves deste tipo à Força Aérea romena – 12 na primeira tranche e mais cinco, cuja entrega vai estar finalizada no primeiro semestre do próximo ano.

A Força Aérea portuguesa tem atualmente um total de 28 F-16, adiantou à agência Lusa fonte do Ministério da Defesa.

O Chefe do Estado-Maior da Força Aérea (CEMFA), general Joaquim Manuel Nunes Borrego, acompanha João Gomes Cravinho na visita oficial à Roménia.

AFE (SF) // SF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS