Migrações: Vinte e um corpos encontrados ao largo de Sfax

A guarda marítima da Tunísia encontrou hoje 21 corpos de migrantes originários da África subsaariana e socorreu 50 ao largo de Sfax, no centro, após o naufrágio da sua embarcação que tentava alcançar a Europa.

Migrações: Vinte e um corpos encontrados ao largo de Sfax

Migrações: Vinte e um corpos encontrados ao largo de Sfax

A guarda marítima da Tunísia encontrou hoje 21 corpos de migrantes originários da África subsaariana e socorreu 50 ao largo de Sfax, no centro, após o naufrágio da sua embarcação que tentava alcançar a Europa.

A guarda marítima da Tunísia encontrou hoje 21 corpos de migrantes originários da África subsaariana e socorreu 50 ao largo de Sfax, no centro, após o naufrágio da sua embarcação que tentava alcançar a Europa.

“Vinte e um corpos de migrantes foram recuperados após o naufrágio da sua embarcação a 04 de julho e 50 foram socorridos”, disse Houcem Eddine Jebali, porta-voz da Guarda Nacional, à agência France-Presse.

Tendo partido de Sfax, aqueles migrantes, todos originários da África subsaariana, tentavam alcançar a Europa, adiantou Jebali.

No total, desde 26 de junho, naufragaram quatro embarcações que partiram de Sfax. Foram socorridos 78 migrantes e encontrados 49 cadáveres, segundo a mesma fonte.

As partidas da Tunísia para as costas europeias atingiram em 2020 um pico sem precedentes desde 2011 e a maioria dos migrantes já não é tunisina.

Segundo o Fórum Tunisino dos Direitos Económicos e Sociais, os estrangeiros, essencialmente cidadãos de países da África subsaariana, representaram 53% dos migrantes que chegaram a Itália no primeiro trimestre de 2021 vindos da Tunísia.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS