Metro de Lisboa avança com compra de carruagens após desistência de impugnação do contrato

O Metropolitano de Lisboa anunciou hoje que dará imediatamente sequência ao contrato de aquisição de 42 carruagens e de um novo sistema de sinalização ferroviária???, após o Agrupamento Thales/CRRC Tangshan ter desistido da impugnação judicial que tinha apresentado.

Metro de Lisboa avança com compra de carruagens após desistência de impugnação do contrato

Metro de Lisboa avança com compra de carruagens após desistência de impugnação do contrato

O Metropolitano de Lisboa anunciou hoje que dará imediatamente sequência ao contrato de aquisição de 42 carruagens e de um novo sistema de sinalização ferroviária???, após o Agrupamento Thales/CRRC Tangshan ter desistido da impugnação judicial que tinha apresentado.

Numa nota, o Metro anunciou que foi notificado na quarta-feira pelo Tribunal Administrativo de Círculo de Lisboa da sentença que julgou extinta a instância relativamente aos processos intentados pelo Agrupamento Thales/CRRC Tangshan, na sequência da desistência do agrupamento.

“O Metropolitano de Lisboa dará de imediato sequência ao contrato, assinado em 08 de fevereiro último, relativo à aquisição de um novo sistema de sinalização ferroviária e à aquisição de 14 novas unidades triplas (42 carruagens), celebrado com Agrupamento Stadler Rail Valencia, S.A.U./ Siemens Mobility Unipessoal, Lda, pelo valor de 114,5 milhões de euros, fazendo a sua submissão a visto prévio do Tribunal de Contas”, adiantou a empresa.

Segundo o Metro, a aquisição de 14 novas unidades triplas “vai melhorar a oferta de comboios e serviço do ML, permitindo mais conforto e acessibilidade para os clientes, bem como um sistema de comunicação com os clientes que vai permitir informação variável e flexível e sistemas de segurança e vídeo vigilância mais modernos”.

As carruagens serão entregues de forma faseada, prevendo o contrato que a primeira unidade tripla (três carruagens) seja entregue no segundo semestre de 2022 e a última unidade tripla no final de 2023.

O contrato de adjudicação celebrado com a Stadler/Siemens para a compra de 14 novas unidades triplas e de um novo sistema de sinalização ferroviária, no valor de 114,5 milhões de euros, foi assinado em 08 de fevereiro, tendo em 12 de fevereiro o Metro sido notificado da ação de impugnação intentada pelo Agrupamento Thales/CRRC Tangshan.

A impugnação determinou a suspensão automática dos efeitos da adjudicação do contrato com a Stadler/Siemens, paralisando o processo de aquisição que já estava em curso, tendo o Metropolitano recorrido.

O novo sistema substitui o atual, da década de 1970 e considerado obsoleto, permitindo “um controlo contínuo do movimento dos comboios e um aumento da frequência e da regularidade do serviço público de transporte”, salientou o Metropolitano.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS