Matos Fernandes diz que é fácil ser ministro porque era “tudo mau” com Cristas

O ministro João Matos Fernandes disse hoje que “é fácil” tutelar o Ambiente porque no anterior Governo, com Assunção Cristas, líder do CDS-PP, havia “um vazio” e era “tudo mau”.

Matos Fernandes diz que é fácil ser ministro porque era

Matos Fernandes diz que é fácil ser ministro porque era “tudo mau” com Cristas

O ministro João Matos Fernandes disse hoje que “é fácil” tutelar o Ambiente porque no anterior Governo, com Assunção Cristas, líder do CDS-PP, havia “um vazio” e era “tudo mau”.

“Ser ministro do Ambiente é fácil porque antes de nós havia um vazio, ela própria [Assunção Cristas] já não se deve lembrar, mas foi ministra do Ambiente”, disse o governante, acrescentando que antes “tudo era tão mau” que agora “é fácil” desempenhar o cargo.

Matos Fernandes, que acompanhou Pedro Marques num jantar comício em Almeirim, referiu que a sua expectativa é de que “vai ser ainda mais fácil com a vitória” nas europeias”, já que a lista socialista tem “um enorme compromisso” com as matérias ambientais.

O ministro do Ambiente aproveitou para criticar a direita pela sua “visão retrógrada” de quem acha que as preocupações ambientais são “uma preocupação de somenos”, atirando críticas não só ao CDS-PP, como ao PSD.

“O CDS ainda não entendeu o que é um dos verbos centrais dos acordo de Paris, que é o verbo adaptar”, disse, acrescentando que, nesta matéria, o PSD “tem o pior dos registos”.

O jantar comício no concelho ribatejano de Almeirim, no distrito de Santarém, reuniu aproximadamente 900 pessoas e contou também com a participação do secretário-geral do partido, António Costa.

Pedro Ribeiro, presidente da Câmara de Almeirim, disse que a sala onde decorreu o jantar “é um talismã do PS”, uma vez que sempre que ali foram realizadas ações, o partido ganhou eleições “com grandes resultados”.

António Gameiro, presidente da federação do PS de Santarém, criticou o discurso “enrolado” da oposição , defendendo que António Costa já “indicou o caminho para um novo contrato social com a Europa”.

MAD // JPS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS