Marcelo apresenta candidatura a Belém.“Sou exactamente o mesmo que avancei há cinco anos”

Atual Presidente da República faz comunicação ao País na Versailles em Belém.

Marcelo apresenta candidatura a Belém.“Sou exactamente o mesmo que avancei há cinco anos”

Atual Presidente da República faz comunicação ao País na Versailles em Belém.

Marcelo Rebelo de Sousa anuncia, na pastelaria Versailles, em Belém, Lisboa, a sua recandidatura ao cargo de Presidente da República nas eleições de 24 de janeiro de 2021.

A pastelaria está a aberta apenas para o discurso de Marcelo, uma vez que o país está em recolhimento obrigatório desde as 15 horas.

“Sou candidato à presidência da República porque temos uma pandemia a enfrentar e porque temos uma crise económica e social a vencer. Temos uma oportunidade única de vencer a crise e mudar para melhor Portugal. Na economia e sobretudo no nosso dia a dia”, diz Marcelo Rebelo de Sousa.

“Há muito tempo defende que deve haver debates frente a frente com todos os candidatos e assim farei”, promete para a campanha.

“Sou exactamente o mesmo que avancei há cinco anos. português, universalista, convictamente católico, com primazia à dignidade da pessoa, ecuménico e republicano, avesso a corrupções. Determinadamente social democrata e por isso defensor da democracia e da liberdade. Toda ela”, diz ainda.

Marcelo diz que se candidata porque há uma pandemia e trabalho a fazer.

Prestes a completar 72 anos, no dia 12 de dezembro, Marcelo Rebelo de Sousa foi eleito Presidente da República à primeira volta nas eleições de 24 de janeiro de 2016, com 52% dos votos expressos.

Professor catedrático de direito jubilado, antigo presidente do PSD e comentador político televisivo, assumiu a chefia do Estado em 9 de março de 2016.

Entre os candidatos a Belém estão, para além do atual Presidente da República, a socialista Ana Gomes, o comunista João Ferreira, Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, e André Ventura, do Chega.

As candidaturas têm de ser apresentadas formalmente perante o Tribunal Constitucional até 30 dias antes das eleições, 24 de dezembro, propostas por um mínimo de 7 500 e um máximo de 15 000 eleitores, e o período oficial da campanha eleitoral decorrerá será 10 e 22 de janeiro.

Impala Instagram


RELACIONADOS