Macron critica países que aplicam a pena de morte

O Presidente francês, Emmanuel Macron, criticou hoje os países que aplicam a pena de morte, durante a cerimónia que assinalou os 40 anos da entrada em vigor da abolição da pena capital em França.

Macron critica países que aplicam a pena de morte

Macron critica países que aplicam a pena de morte

O Presidente francês, Emmanuel Macron, criticou hoje os países que aplicam a pena de morte, durante a cerimónia que assinalou os 40 anos da entrada em vigor da abolição da pena capital em França.

Sem se referir a nenhum país em concreto, Macron lembrou que, em 2020, foram consumadas 483 execuções por 33 regimes políticos, que, disse, “na sua maioria, partilham o despotismo e a rejeição da universalidade dos direitos humanos”.

A pena de morte é praticada em países da África Oriental e do golfo Pérsico, bem como na índia, China, Estados Unidos, sendo a Bielorrússia o único Estado na Europa onde se encontra em vigor.

A cerimónia decorreu numa altura em que a extrema-direita francesa quer colocar em debate o regresso da pena de morte, a sete meses das eleições presidenciais em França.

 

MLL // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS