Liderança do PSD | Rui Rio “tranquilo” e “confiante” na vitória

O candidato à liderança do PSD Rui Rio mostra-se”confiante” na vitória desta segunda volta das eleições diretas do partido e garantiu estar “tranquilo como em todas as eleições”.

Liderança do PSD | Rui Rio

Liderança do PSD | Rui Rio “tranquilo” e “confiante” na vitória

O candidato à liderança do PSD Rui Rio mostra-se”confiante” na vitória desta segunda volta das eleições diretas do partido e garantiu estar “tranquilo como em todas as eleições”.

O presidente do PSD, Rui Rio, e o antigo líder parlamentar Luís Montenegro voltam hoje a disputar eleições diretas, numa inédita segunda volta em que podem votar 40.604 militantes com as quotas em dia. Rui Rio  diz-se “confiante” numa vitória na segunda volta das eleições diretas do partido (na primeira arrecadou 49,2% dos votos expressos), embora admitindo que “nunca se sabe”, e garantiu estar “tranquilo como em todas as eleições”.

“Estou confiante, mas tenho sempre de pôr dois cenários, nunca se sabe”, disse Rio aos jornalistas depois de votar na sede do PSD no Porto, acrescentando que “até poderia pôr três [cenários], mas um empate é estatisticamente difícil”.

LEIA DEPOIS
Zé do Pipo | Polícia recorre a ADN do cantor após encontrar corpo numa praia de Mafra

As eleições decorrerão em todo o País entre as 14h00 e as 20h00 e a proclamação dos resultados será feita pelo Conselho de Jurisdição Nacional (CJN), na sede do partido, em Lisboa. Tal como há uma semana, os resultados poderão ser acompanhados em na página oficial do partido.

Rui Rio, que se assume como um “corredor de fundo” na política, chegou há dois anos a presidente do PSD com a imagem de economista austero que cultivou ao longo dos 12 anos em que esteve à frente da Câmara Municipal do Porto. O primeiro mandato foi marcado pela tensão interna, com o partido a vencer apenas uma das três eleições que disputou, as regionais da Madeira. Natural do Porto, o político, de 62 anos, estudou no colégio alemão e licenciou-se em Economia pela Universidade do Porto.

Depois das últimas legislativas, regressou ao parlamento como deputado em outubro passado – apesar de ter confessado que a função não o entusiasma – e até assumiu a liderança parlamentar até ao próximo Congresso, devido ao período de disputa interna do PSD.

Texto: Lusa

LEIA MAIS
Livre adia decisão sobre retirada de confiança política a Joacine Moreira
Cristina Ferreira sobre o Euromilhões da Malveira: «Há mais um excêntrico na terra»

Impala Instagram


RELACIONADOS