Líder separatista bósnio-sérvio encontra-se com Putin em Moscovo

O líder separatista sérvio-bósnio Milorad Dodik encontrou-se hoje em Moscovo com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, dias após apoiar a agressão de Moscovo contra a Ucrânia, informaram meios de comunicação russos e sérvios.

Líder separatista bósnio-sérvio encontra-se com Putin em Moscovo

Líder separatista bósnio-sérvio encontra-se com Putin em Moscovo

O líder separatista sérvio-bósnio Milorad Dodik encontrou-se hoje em Moscovo com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, dias após apoiar a agressão de Moscovo contra a Ucrânia, informaram meios de comunicação russos e sérvios.

Durante a rara visita de um político europeu a Moscovo, o presidente russo elogiou a “parceria estratégica” do seu país com a Sérvia.

A visita aconteceu numa fase de repetidos avisos da União Europeia para que a Sérvia alinhe as suas políticas exteriores com o bloco europeu se quiser realmente tornar-se membro.

Dodik, elemento sérvio da presidência tripartida da Bósnia, tem-se reunido frequentemente com o presidente da Rússia, especialmente antes das eleições, para mostrar ao eleitorado sérvio-bósnio, altamente pró-russo, que tem o apoio de Putin.

Tinham-se encontrado pela última vez em junho, meses após a invasão da Rússia à Ucrânia, em fevereiro.

A Rússia tem sido frequentemente acusada pelo Ocidente de tentar desestabilizar a Bósnia e o resto dos Balcãs através da sua proximidade à Sérvia e à Bósnia.

Dodik tem defendido abertamente a separação da metade da Bósnia controlada pela Sérvia da federação bósnio-croata e a união com a vizinha Sérvia

Na véspera da sua visita a Moscovo, Dodik deu uma entrevista à agência de notícias estatal russa TASS, onde repetiu as suas visões separatistas e deu o seu aval à invasão russa à Ucrânia.

Putin também enviou hoje uma mensagem para a Sérvia e para o seu presidente populista, Aleksandar Vucic. A Sérvia é a única nação candidata a entrar na União Europeia que recusou aderir às sanções contra a Rússia devido à invasão à Ucrânia.

“Rússia e Sérvia estão ligadas por uma parceria estratégica. Falo regularmente com o presidente Vucic durante encontros pessoais e conversas telefónicas sobre assuntos-chave para o desenvolvimento e cooperação”, disse Putin, citado por meios de comunicação sérvios.

Apesar de pretender oficialmente aderir à União Europeia, a Sérvia tem-se aproximado cada vez mais da Rússia de Putin durante a administração autocrática de Vucic, nos últimos 10 anos.

 

SYL // RBF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS