Líder de Macau vai visitar cidades da Grande Baía e acompanhar evolução de projetos

O chefe do Governo de Macau vai deslocar-se, a partir de sexta-feira, às cidades da Grande Baía, um projeto de integração regional apadrinhado pelo Presidente chinês, e visitar os projetos de desenvolvimento industrial, foi hoje anunciado.

Líder de Macau vai visitar cidades da Grande Baía e acompanhar evolução de projetos

Líder de Macau vai visitar cidades da Grande Baía e acompanhar evolução de projetos

O chefe do Governo de Macau vai deslocar-se, a partir de sexta-feira, às cidades da Grande Baía, um projeto de integração regional apadrinhado pelo Presidente chinês, e visitar os projetos de desenvolvimento industrial, foi hoje anunciado.

Ho Iat Seng vai visitar até segunda-feira as cidades chinesas de Zhongshan, Jiangmen, Zhaoqing, Foshan, Cantão, Dongguan, Huizhou e Shenzhen com o objetivo de “dar continuidade à boa cooperação, como forma de acelerar a concretização das metas estabelecidas nas Linhas Gerais do Planeamento para o Desenvolvimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau”, lê-se no comunicado das autoridades do antigo território administrado por Portugal.

“A agenda abrangerá reuniões com dirigentes governamentais das cidades em causa e visitas aos respetivos projetos de desenvolvimento industrial, no sentido de aprofundar o impulso dos trabalhos de construção da Grande Baía”, numa altura de “normalização das ações de prevenção da epidemia”, acrescenta-se na mesma nota.

Além de Ho Iat Seng, a delegação de Macau contará ainda com altos cargos do executivo como o secretário para a Economia e Finanças, Lei Wai Nong, a chefe do gabinete do líder do Governo, Hoi Lai Fong, a diretora dos Serviços de Turismo, Helena de Senna Fernandes, entre outros.

A Grande Baía é um projeto de Pequim para criar uma metrópole mundial que integra Hong Kong, Macau e nove cidades da província de Guangdong (sul), com cerca de 70 milhões de habitantes e um Produto Interno Bruto (PIB) de cerca de 1,2 biliões de euros, semelhante ao PIB da Austrália, da Indonésia e do México, países que integram o G20.

MIM // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS