Líder cubano Diaz-Carnel convida Putin a visitar Cuba em 2019

Líder cubano Diaz-Carnel convida Putin a visitar Cuba em 2019

O líder cubano Miguel Díaz-Canel convidou hoje o Presidente russo Vladimir Putin a visitar a ilha caribenha em 2019, no decurso de um encontro oficial entre os dois chefes de Estado, em Moscovo.

O convite de Díaz-Canel a Vladimir Putin foi feito durante a primeira visita oficial do líder cubano à Rússia, numa altura em que Washington ameaçou Havana com novas sanções.

O encontro entre os dois líderes, que visa reforçar as relações económicas entre Moscovo e Havana, também passa pela cooperação militar, sendo que a Rússia poderia conceder a Cuba um crédito de 50 milhões de dólares para a compra de aviões, helicópteros e blindados.

Segundo a imprensa russa, vários contratos deverão ser concluídos no quadro da visita, entre os quais um trata da modernização dos caminhos-de-ferro cubanos.

Por outro lado, o líder cubano disse que a aprovação nesta quarta-feira, de uma resolução contra o embargo dos Estados Unidos, na Assembleia Geral da ONU, é uma vitória de Cuba tanto como da Rússia.

Putin aproveitou o encontro para enviar uma saudação ao líder do Partido Comunista de Cuba, Raúl Castro, e destacou que as relações entre Moscovo e Havana têm desde o início um “caráter estratégico e especial” e que os une a “amizade, o apoio mútuo e a ajuda”.

O Presidente russo prometeu ainda ajudar Cuba no processo de modernização e reforma da economia da ilha.

“A Rússia oferece a Cuba ajuda para a construção da infraestrutura de transportes. Hoje falámos da renovação da rede ferroviária cubana”, disse Putin numa conferência de imprensa, condenando ainda o bloqueio económico dos Estados Unidos ao país caribenho.

EZM/EL // EL

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Líder cubano Diaz-Carnel convida Putin a visitar Cuba em 2019

O líder cubano Miguel Díaz-Canel convidou hoje o Presidente russo Vladimir Putin a visitar a ilha caribenha em 2019, no decurso de um encontro oficial entre os dois chefes de Estado, em Moscovo.