Legislativas: Santana, Moedas, Ferreira Leite e Moreira da Silva ao lado de Rio no Chiado

Os antigos presidentes do PSD Pedro Santana Lopes, que já não é militante, e Manuela Ferreira Leite, e a antiga presidente da Assembleia da República Assunção Esteves estiveram hoje ao lado de Rui Rio na descida do Chiado, em Lisboa.

Legislativas: Santana, Moedas, Ferreira Leite e Moreira da Silva ao lado de Rio no Chiado

Legislativas: Santana, Moedas, Ferreira Leite e Moreira da Silva ao lado de Rio no Chiado

Os antigos presidentes do PSD Pedro Santana Lopes, que já não é militante, e Manuela Ferreira Leite, e a antiga presidente da Assembleia da República Assunção Esteves estiveram hoje ao lado de Rui Rio na descida do Chiado, em Lisboa.

Também os ‘vices’ de Pedro Passos Coelho Jorge Moreira da Silva e Teresa Leal Coelho, e o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, marcaram presença na participada e confusa arruada, bem como o cabeça de lista Ricardo Baptista Leite e dirigentes como Paulo Mota Pinto, David Justino ou Salvador Malheiro.

A surpresa da tarde foi o aparecimento, a meio do percurso que durou menos de meia hora, de Pedro Santana Lopes, atual presidente da Câmara da Figueira da Foz, e que deixou o PSD em 2018.

“Isto com certeza que é um apoio ao dr. Rui Rio e a este projeto de mudança, a militância é secundária, o que interessa é Portugal”, afirmou Santana Lopes, escusando-se a responder se este apoio iria significar um regresso ao seu antigo partido.

“Isso é outra questão”, disse.

Questionado se acredita na vitória, respondeu: “É evidente que sim, mas eu venho porque as sondagens dão um bocadinho atrás, quando há vitória garantida não é preciso”.

Já Rui Rio viu na presença do antigo primeiro-ministro do PSD um sinal que “mostra a amplitude ainda maior dos apoios”, deixando para Pedro Santana Lopes a resposta à pergunta sobre um eventual regresso.

O cordão humano formado em torno das principais figuras do PSD, do qual a comunicação social ia sendo empurrada para fora, era de tal forma apertado que Manuela Ferreira Leite foi tentando não cair e Assunção Esteves optou mesmo por sair desta ‘bolha’ mais próxima de Rui Rio.

Moreira da Silva, que chegou a ponderar uma candidatura à liderança do PSD alternativa à de Rio, considerou “fundamental para o país” que o atual presidente social-democrata seja “primeiro-ministro e o PSD vença no domingo”.

“Estou aqui para apoiar Rui Rio e o PSD, o dr. Rui Rio oferece as melhores condições para o país avançar”, defendeu.

IEL/SMA // JPS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS