Juros da Grécia caem para mínimos com vitória de conservadores

Os juros da dívida grega a cinco e 10 anos desceram hoje para mínimos histórico, depois da vitória dos conservadores nas eleições europeias na Grécia.

Juros da Grécia caem para mínimos com vitória de conservadores

Juros da Grécia caem para mínimos com vitória de conservadores

Os juros da dívida grega a cinco e 10 anos desceram hoje para mínimos histórico, depois da vitória dos conservadores nas eleições europeias na Grécia.

Os juros da dívida grega a cinco e 10 anos desceram hoje de manhã para mínimos históricos de 1,90% e de 3,15%, respetivamente.

Entretanto, a bolsa de Atenas abriu em forte alta, a subir 4,98% sustentada pela valorização dos títulos da banca, cujo índice avançou 9,86%.

Segundo analistas citados pela Agência Efe, estes movimentos foram sustentados pela clara vitória da oposição conservadora nas eleições europeias, com 9,5 pontos percentuais de vantagem sobre o partido no Governo Syriza, e a decisão do primeiro-ministro, Alexis Tsipras, de convocar eleições antecipadas.

As eleições gerais na Grécia estavam previstas para outubro e a decisão de Tsipras de as antecipar apazigua as preocupações dos investidores de que um Governo debilitado poderia levar a um período de instabilidade política.

Desde o início do ano os juros da dívida grega têm caído significativamente, movimento apoiado por duas emissões de títulos colocadas com êxito, uma a cinco anos em 29 de janeiro e outra a dez anos em 05 de março.

A procura de dívida grega continua a ser muito alta pela dupla vantagem de apresentar um baixo risco e juros muito superiores aos da zona euro.

Os juros da dívida a dez anos de Portugal estavam hoje de manhã em 0,96%, de Itália em 2,58% e de Espanha em 0,81%.

MC // MSF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS