Jurisdição do PSD decide não sancionar Rui Rio e advertir Adão Silva

O Conselho de Jurisdição Nacional (CJN) do PSD decidiu na segunda-feira à noite não aplicar qualquer sanção ao presidente do partido, apesar de considerar que Rui Rio violou os estatutos.

Jurisdição do PSD decide não sancionar Rui Rio e advertir Adão Silva

Jurisdição do PSD decide não sancionar Rui Rio e advertir Adão Silva

O Conselho de Jurisdição Nacional (CJN) do PSD decidiu na segunda-feira à noite não aplicar qualquer sanção ao presidente do partido, apesar de considerar que Rui Rio violou os estatutos.

De acordo com fontes deste órgão, considerado o ‘tribunal’ do partido, a decisão de ‘dispensa de pena’ ao líder do partido devido a “circunstâncias atenuantes” foi aprovada por cinco votos a favor e quatro contra.

O CJN decidiu ainda aplicar ao líder parlamentar do PSD Adão Silva uma advertência, a sanção mais leve prevista nos estatutos, decisão aprovada por cinco votos a favor, três contra e uma abstenção.

Esta decisão surge na sequência de uma queixa de um militante do partido contra Rui Rio e Adão Silva, acusando-os de não terem dado cumprimento a uma moção setorial aprovada em Congresso e que defendia um referendo sobre a eutanásia.

SMA // RBF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS