Juncker felicita Boris Johnson e diz-se pronto para trabalhar “da melhor maneira”

O presidente da Comissão Europeia felicitou hoje Boris Johnson, que vai suceder a Theresa May na liderança no Governo britânico, e indicou estar preparado para trabalhar “da melhor maneira possível” com o novo primeiro-ministro britânico.

Juncker felicita Boris Johnson e diz-se pronto para trabalhar

Juncker felicita Boris Johnson e diz-se pronto para trabalhar “da melhor maneira”

O presidente da Comissão Europeia felicitou hoje Boris Johnson, que vai suceder a Theresa May na liderança no Governo britânico, e indicou estar preparado para trabalhar “da melhor maneira possível” com o novo primeiro-ministro britânico.

“O presidente da Comissão Europeia [Jean-Claude Juncker] pediu-me que transmitisse as suas felicitações ao senhor Boris Johnson. O presidente quer trabalhar com o primeiro-ministro da melhor maneira possível”, declarou a porta-voz da Comissão Europeia.

Natasha Bertaud, que falava na habitual conferência de imprensa do executivo comunitário em Bruxelas, escusou-se a tecer mais comentários, uma vez que a sua declaração aconteceu minutos depois de o antigo ministro dos Negócios Estrangeiros ter sido declarado em Londres o vencedor da eleição para a liderança no partido Conservador e, consequentemente, o sucessor de Theresa May à frente do governo britânico.

O resultado da eleição foi anunciado pela deputada Cheryl Gillan, uma das responsáveis pelo escrutínio interno no partido, no centro de conferências Queen Elizabeth II, perto de Westminster.

Boris Johnson ganhou com 92.153 votos, enquanto o outro candidato finalista, o atual ministro dos Negócios Estrangeiros, Jeremy Hunt, reuniu apenas 46.656 votos.

O resultado é o desfecho de um processo que se prolongou por seis semanas e decidido pelo voto limitado a cerca de 160 mil militantes do partido Conservador.

Foi desencadeado pela renúncia de Theresa May à liderança do partido a 07 de junho devido à dificuldade em fazer aprovar no parlamento o acordo de saída para o ‘Brexit’ que concluiu em novembro com Bruxelas.

A Comissão Europeia tem reiterado ao longo dos últimos meses que não renegociará o acordo do ‘Brexit’, mostrando-se, contudo, disponível para trabalhar na declaração política que estabelece a relação futura entre as partes.

A saída do Reino Unido da União Europeia está agendada para 31 de outubro.

Boris Johnson só será nomeado primeiro-ministro pela rainha Isabel II após a demissão de Theresa May na tarde de quarta-feira, após o debate semanal com os deputados na Câmara dos Comuns.

AMG (BM) // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS