Jornadas do PEV arrancam hoje em Beja para debater ferrovia e olival intensivo

A necessidade de investimento na ferrovia e o combate à cultura do olival intensivo são os temas em debate nas jornadas parlamentares do Partido Ecologista Os Verdes (PEV), que arrancam hoje em Beja.

Jornadas do PEV arrancam hoje em Beja para debater ferrovia e olival intensivo

Jornadas do PEV arrancam hoje em Beja para debater ferrovia e olival intensivo

A necessidade de investimento na ferrovia e o combate à cultura do olival intensivo são os temas em debate nas jornadas parlamentares do Partido Ecologista Os Verdes (PEV), que arrancam hoje em Beja.

“O olival intensivo representa uma ameaça de morte do futuro do Alentejo, destrói solos e contamina águas, situação tanto mais grave, quando nos estamos a confrontar com os estudos que apontam esta como a região do país mais vulnerável à seca, como consequência das alterações climáticas”, refere o partido em comunicado.

A decorrer entre hoje e terça-feira, as jornadas parlamentares “culminam a campanha iniciada pelo PEV, em que percorreram concelhos dos três distritos alentejanos mais afetados, pela proliferação do olival intensivo, onde foram colocadas 500 bandeiras negras a assinalar estes locais nos distritos de Portalegre, Évora e Beja”.

Também a eletrificação da linha ferroviária entre Casa Branca e Beja, “uma das medidas para combater a interioridade, facilitar a mobilidade, potenciar a atração de empresas e gerar mais postos de trabalho”, promovendo o desenvolvimento económico do distrito, foi uma das propostas que o PEV “viu aprovada” em sede de Orçamento do Estado para 2019 e que quer debater durante os dois dias.

No parlamento, a líder parlamentar ecologista, Heloísa Apolónia, defendeu ser “fundamental investir no transporte ferroviário”, meio que não só contribui para o “combate às alterações climáticas, tendo em conta o menor nível de emissões de gases, mas também contribui para a coesão do território e para o direito à mobilidade das populações”.

Segundo a deputada do PEV, “a linha que liga Lisboa a Beja tem sido alvo de um desinvestimento incompreensível”.

“Conseguimos, com este Governo, o compromisso para a eletrificação do troço Casa Branca-Beja. Queremos mais, queremos o compromisso da ligação de Beja à Funcheira para criar verdadeira mobilidade ferroviária no baixo Alentejo”, afirmou.

Durante os dois dias, Os Verdes vão reunir-se com várias instituições e entidades, entre as quais a Escola Superior Agrária de Beja no Campus do Instituto Politécnico de Beja, a Comissão de Utentes de Beja-Terreiro dos Valentes, o Movimento Beja Merece Mais e a Associação Ambiental de Amigo das Fortes.

LIL (HPG) // VAM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS