Italianos lembram primeiro ano da queda da ponte em Génova que fez 43 mortos

A Itália recorda hoje o colapso de uma ponte em Génova, que deixou 43 mortos a 14 de agosto de 2018, numa cerimónia que tomou um tom político inesperado devido à atual crise na coligação populista no poder.

Italianos lembram primeiro ano da queda da ponte em Génova que fez 43 mortos

Italianos lembram primeiro ano da queda da ponte em Génova que fez 43 mortos

A Itália recorda hoje o colapso de uma ponte em Génova, que deixou 43 mortos a 14 de agosto de 2018, numa cerimónia que tomou um tom político inesperado devido à atual crise na coligação populista no poder.

Num grande armazém próximo do local da tragédia, foi celebrada uma missa por volta das 10:00 (local, 09:00 em Lisboa) com a leitura do nome de cada uma das 43 vítimas, na presença de centenas de familiares, mas também de todos os protagonistas da crise política sem precedentes que sacode o país neste verão.

O Presidente italiano, Sergio Mattarella, que sozinho tem o poder de convocar novas eleições, o ministro (do Interior) Matteo Salvini (Liga, extrema-direita), que exige novas eleições desde a semana passada, o vice-primeiro-ministro Luigi Di Maio (Movimento 5 Estrelas, antissistema), o líder do Governo, Giuseppe Conte, e outros ministros marcaram presença na cerimónia.

A missa foi celebrada pelo arcebispo de Génova, cardeal Angelo Bagnasco.

A 14 de agosto de 2018, às 11:36 (10:36 em Lisboa), a parte central da ponte Morandi – que está localizada na autoestrada A10 e que é essencial para o comércio entre Itália e França e também para as rotas locais — caiu arrastando dezenas de veículos.

Na tragédia morreram 43 pessoas, entre as quais quatro crianças.

Na mesma hora do acidente, as pessoas da cidade guardaram hoje um minuto de silêncio.

A rutura entre a Liga e o M5S já está confirmada, mas as eleições antecipadas, exigidas por Salvini, não são certas. Uma nova maioria entre o M5S e o Partido Democrata (centro-esquerda) poderia emergir de uma série de sessões parlamentares agendadas para 20 de agosto.

CSR // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS