Índia teme consequências do conflito na Ucrânia para segurança alimentar e energética

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Índia, Subrahmanyam Jaishankar, disse hoje que o seu país teme as consequências do conflito na Ucrânia para a segurança alimentar e energética, apelando por negociações.

Índia teme consequências do conflito na Ucrânia para segurança alimentar e energética

Índia teme consequências do conflito na Ucrânia para segurança alimentar e energética

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Índia, Subrahmanyam Jaishankar, disse hoje que o seu país teme as consequências do conflito na Ucrânia para a segurança alimentar e energética, apelando por negociações.

“Tememos as consequências para a segurança alimentar e energética. A Índia é a favor do retorno ao diálogo e à diplomacia”, declarou Jaishankar sobre o conflito na Ucrânia durante uma conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo russo, Serguei Lavrov, depois de uma reunião em Moscovo.

Jaishankar recordou as palavras que o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, disse ao Presidente russo, Vladimir Putin, em Sarmarkand, no Uzbequistão.

“Não é época para guerras”, lembrou o ministro indiano, sublinhando ainda que “um conflito produz consequências para todo o mundo”.

“O conflito na Ucrânia dominou as nossas conversas. Nós continuaremos a abordar essa questão no futuro”, disse Jaishankar.

Já Sergei Lavrov disse que a Rússia “valoriza muito” a posição de Nova Deli sobre “a situação na Ucrânia e no entorno desta”.

“Discutimos, é claro, a situação que está a ser criada pelas tentativas dos nossos colegas ocidentais de fortalecer, sob o pretexto dos eventos ucranianos, o seu papel dominante nos assuntos mundiais e impedir a democratização das relações internacionais”, afirmou o chefe da diplomacia russa.

A nível bilateral, os dois ministros destacaram o bom estado das relações entre Moscovo e Nova Deli.

“A Rússia é um parceiro confiável para nós, algo que foi comprovado ao longo do tempo”, disse Jaishankar, lembrando que a grande delegação que o acompanhou a Moscovo é a prova do alto nível das relações entre os dois países.

Lavrov destacou que nas suas conversas com o homólogo indiano foram estudadas perspetivas de cooperação no campo militar, “incluindo a produção conjunta de armas modernas”.

CSR // APN

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS