Hong Kong: Bolsa de Valores reage positivamente à vitória pró-democrata

O índice de referência da Bolsa de Valores de Hong Kong, o Hang Seng, reagiu de forma otimista à esmagadora vitória pró-democrata nas eleições de domingo para os conselhos distritais.

Hong Kong: Bolsa de Valores reage positivamente à vitória pró-democrata

Hong Kong: Bolsa de Valores reage positivamente à vitória pró-democrata

O índice de referência da Bolsa de Valores de Hong Kong, o Hang Seng, reagiu de forma otimista à esmagadora vitória pró-democrata nas eleições de domingo para os conselhos distritais.

Às 11:20 (03:20) a bolsa tinha subido 1,75%.

Desde que os confrontos começaram em meados de junho, a bolsa tem sofrido quedas significativas nos últimos meses devido aos contínuos protestos em Hong Kong e a outros fatores como a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China ou a desaceleração da economia chinesa.

Segundo analistas citados pela imprensa local, o resultado eleitoral e a paz vivida neste final de semana são os principais fatores que impulsionaram a subida da bolsa de Hong Kong, onde os investidores esperam que a tensão seja reduzida na cidade, pelo menos a curto prazo.

Os candidatos pró-democracia nas eleições de domingo para os conselhos distritais obtiveram um resultado esmagador face ao campo pró-Pequim, com quase 90% dos assentos do Conselho Distrital, segundo a emissora RTHK.

Os candidatos pró-democratas, até às 09:00 (01:00 em Lisboa) alcançaram pelo menos 390 assentos dos 452 em jogo, numa uma eleição com uma participação recorde de 71,2%, que demonstrou o forte apoio para as organizações que mobilizaram os protestos que levaram à rua milhões de pessoas em Hong Kong desde junho.

Segundo o jornal South China Morning Post, os pró-democratas venceram 17 dos 18 conselhos distritais, todos anteriormente sob controlo das forças pró-governamentais.

Nas últimas eleições, em 2015, o campo pró-Pequim obteve quase dois terços dos assentos nos conselhos distritais. Agora, perderam mais de 240 assentos, em comparação com 2015.

MIM // JMC

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS