Homem armado é detido por ameaçar matar juiz do Supremo nos EUA

Um homem armado foi detido por ter ameaçado matar o juiz norte-americano Brett Kavanaugh, junto da residência daquele magistrado no estado do Maryland, anunciaram hoje as autoridades.

Homem armado é detido por ameaçar matar juiz do Supremo nos EUA

Homem armado é detido por ameaçar matar juiz do Supremo nos EUA

Um homem armado foi detido por ter ameaçado matar o juiz norte-americano Brett Kavanaugh, junto da residência daquele magistrado no estado do Maryland, anunciaram hoje as autoridades.

O jovem da Califórnia, na casa dos 20 anos, estava armado com uma arma e uma faca, de acordo com um oficial de Justiça. O homem, cuja identidade não foi divulgada, chegou num táxi no início da manhã perto da casa de Brett Kavanaugh e disse aos policiais que queria matar o juiz, disse a fonte, que não estava autorizaao a discutir publicamente detalhes da investigação em andamento e falou com a agência de notícias AP sob condição de anonimato. A porta-voz do Supremo Tribunal, Patricia McCabe, confirmou que o homem estava armado e ameaçou o juiz.

O jovem foi detido cerca das 01:50 da manhã no condado de Montgomery, no estado do Maryland, pelas forças policiais, disseram os órgãos de comunicação social. O Washington Post noticiou inicialmente a detenção, citando fontes que disseram que o homem também carregava ferramentas de arrombamento. O homem disse à polícia que estava chateado com um projeto do Supremo Tribunal dos Estados Unidos que poderá anular a lei do aborto, informou o Washington Post. Também afirmou estar aborrecido com os recentes tiroteios em massa, de acordo com o jornal.

Os juízes têm recebido segurança 24 horas por dia nas suas residências, após ter sido divulgado o documento do Supremo. “Este tipo de comportamento é obviamente um comportamento que não vamos tolerar. Ameaças de violência e violência real contra os juízes, é claro, atingem o coração da nossa democracia e faremos tudo o que podermos para evitá-las e responsabilizar as pessoas que as fazem”, disse o procurador-geral Merrick Garland.

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, elogiou as autoridades por prenderem rapidamente o homem, disse o vice-secretário de imprensa da Casa Branca, Andrew Bates, por ‘mail’. Houve protestos nas casas de Kavanaugh e outros juízes, bem como manifestações no tribunal, onde uma cerca de segurança circunda o prédio e as ruas próximas foram encerradas. Um relatório do Departamento de Segurança Interna indicou que o projeto, divulgado no início de maio, desencadeou uma vaga de ameaças contra autoridades e outros, tendo aumentado a probabilidade de violência extremista.

Impala Instagram


RELACIONADOS