Haiti: Conselho de Segurança da ONU “profundamente chocado” com assassínio do PR

O Conselho de Segurança da ONU está “profundamente chocado” com o assassínio hoje do chefe de Estado do Haiti, Jovenel Moise, declarou o seu presidente em exercício, o embaixador francês Nicolas de Rivière.

Haiti: Conselho de Segurança da ONU

Haiti: Conselho de Segurança da ONU “profundamente chocado” com assassínio do PR

O Conselho de Segurança da ONU está “profundamente chocado” com o assassínio hoje do chefe de Estado do Haiti, Jovenel Moise, declarou o seu presidente em exercício, o embaixador francês Nicolas de Rivière.

Falando na abertura dos trabalhos do órgão executivo das Nações Unidas, Rivière disse que “os membros do Conselho se declararam profundamente chocados com o assassínio do Presidente Moise ao início do dia em Port-au-Prince e preocupados com a situação da primeira-dama, Martine Moise, que também foi ferida a tiro no atentado”.

Segundo vários embaixadores, poderá ser organizada em breve uma reunião de emergência do conselho.

O Presidente haitiano, Jovenel Moise, foi assassinado hoje em sua casa, um acontecimento que ameaça desestabilizar ainda mais o país das Caraíbas, que já enfrenta uma crise política e de segurança.

Depois de ter “soldados da paz” destacados no Haiti durante anos, a ONU apenas possui atualmente no país mais pobre da América uma missão de apoio político, encarregada de “aconselhar” e “apoiar” o governo haitiano nos seus esforços para reforçar a estabilidade política e a boa governança.

 

PAL // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS