Guterres presta juramento na ONU como “devoto e português orgulhoso”

António Guterres tomou hoje posse para um segundo mandato como secretário-geral da Organização das Nações Unidas, declarando-se um “multilateralista devoto” e “português orgulhoso” e voltou a pedir distribuição de vacinas contra a covid-19 como “prioridade mundial absoluta”.

Guterres presta juramento na ONU como

Guterres presta juramento na ONU como “devoto e português orgulhoso”

António Guterres tomou hoje posse para um segundo mandato como secretário-geral da Organização das Nações Unidas, declarando-se um “multilateralista devoto” e “português orgulhoso” e voltou a pedir distribuição de vacinas contra a covid-19 como “prioridade mundial absoluta”.

António Guterres, que prestou juramento pela segunda vez em cinco anos à frente de uma organização com 193 Estados-membros, em Nova Iorque, admitiu que existem “tarefas colossais” a que o mundo deve responder unido, com destaque para a prevenção de conflitos e preparação da segurança social em caso de futuras pandemias. Expressando gratidão a Portugal pela renomeação, o secretário-geral declarou-se um “multilateralista devoto, mas também português orgulhoso”, num discurso que proferiu em três línguas – inglês, francês e espanhol – na Assembleia-Geral da ONU.

Costa reage a segundo mandato de Guterres

“Hoje é um dia de júbilo porque assistimos ao início do segundo mandato do engenheiro António Guterres, o que demonstra bem não só o acerto da sua primeira candidatura, mas também a apreciação positiva que todos os países fazem da forma como exerceu o seu primeiro mandato e recordar que este mandato, felizmente, se inicia num contexto bastante diferente e mais auspicioso“, afirmou António Costa. O primeiro-ministro falava aos jornalistas portugueses na cidade belga de Bruges, onde participou na cerimónia de encerramento do ano académico 2020-21 do Colégio da Europa, que teve como patrono o antigo chefe de Estado e de Governo Mário Soares.

Impala Instagram


RELACIONADOS