Guiné-Bissau na 41.ª posição do Índice Ibrahim de Governação Africana

Guiné-Bissau está na 41.ª posição do Índice Ibrahim de Governação Africana (IIAG) 2020, mas mostra sinais preocupantes de declínio recente, segundo um relatório publicado hoje. 

Guiné-Bissau na 41.ª posição do Índice Ibrahim de Governação Africana

Guiné-Bissau na 41.ª posição do Índice Ibrahim de Governação Africana

Guiné-Bissau está na 41.ª posição do Índice Ibrahim de Governação Africana (IIAG) 2020, mas mostra sinais preocupantes de declínio recente, segundo um relatório publicado hoje. 

A Guiné-Bissau atingiu 41,4 pontos em 2019, mais 2,8 do em 2010, mas foi o país com o pior desempenho da África Ocidental. 

Apesar de progressos relevantes nas categorias de “Segurança e Estado de direito” e “Participação, direitos e inclusão”, registou deteriorações nas categorias de “Desenvolvimento humano” e “Bases para as oportunidades económicas”.

O Índice Ibrahim de Governação Africano (IIAG) mede anualmente a qualidade da governação em 54 países africanos através da compilação de dados estatísticos do ano anterior.  

Em 2019, registou um declínio anual pela primeira vez desde 2010 da pontuação média geral, que diminuiu 0,2 pontos para 48,8 em relação aos 49 pontos de 2018.

BM // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS