Governo vai arrendar CCB para instalar presidência portuguesa da UE em 2021

O Conselho de Ministros aprovou hoje, em montante não divulgado, o arrendamento do Centro Cultural de Belém visando a instalação da presidência portuguesa da União Europeia.

Governo vai arrendar CCB para instalar presidência portuguesa da UE em 2021

Governo vai arrendar CCB para instalar presidência portuguesa da UE em 2021

O Conselho de Ministros aprovou hoje, em montante não divulgado, o arrendamento do Centro Cultural de Belém visando a instalação da presidência portuguesa da União Europeia.

Lisboa, 05 mar 2020 (Lusa) — O Conselho de Ministros aprovou hoje a realização da despesa, em montante não divulgado, para o arrendamento do Centro Cultural de Belém visando a instalação da presidência portuguesa da União Europeia, no primeiro semestre de 2021.

“Foi autorizada a realização da despesa destinada a suportar os encargos decorrentes do contrato de arrendamento a celebrar com a Fundação Centro Cultural de Belém com o objetivo de instalar a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, que terá lugar no 1.º semestre de 2021, no Centro Cultural de Belém”, refere o comunicado do conselho de ministros hoje realizado.

O Centro Cultural de Belém começou a ser construído em 1988 para acolher, em 1992, a presidência portuguesa do então Conselho das Comunidades Europeias, durante o governo de Aníbal Cavaco Silva.

O projeto definitivo foi decidido no início de 1988 e foi muito contestado pela escolha da localização, junto ao Mosteiro dos Jerónimos, monumento do século XVI classificado Património Mundial pela UNESCO, devido às linhas despojadas e monolíticas escolhidas para o edifício.

SF // JPS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS