Governo sul-africano investiga município por pequeno-almoço de 280 mil euros

As autoridades na província do KwaZulu-Natal, sudeste da África do Sul, estão a investigar a realização de um pequeno-almoço de negócios organizado por um município que custou cinco milhões de rands (279.540 euros) ao erário público.

Governo sul-africano investiga município por pequeno-almoço de 280 mil euros

Governo sul-africano investiga município por pequeno-almoço de 280 mil euros

As autoridades na província do KwaZulu-Natal, sudeste da África do Sul, estão a investigar a realização de um pequeno-almoço de negócios organizado por um município que custou cinco milhões de rands (279.540 euros) ao erário público.

A iniciativa, organizada pelo município da Zululândia num hotel de Durban, “visou atrair investidores”, adiantou Sipho Hlomuka, responsável pelo setor da Educação no ministério dos Assuntos Tradicionais e Governação Cooperativa (Cogta, na sigla em inglês) do governo provincial do KwaZulu-Natal.

“Estamos em choque, nunca vimos um pequeno-almoço que pudesse custar cinco milhões”, frisou o responsável, em declarações ao canal de televisão sul-africano ENCA.

“Por isso, decidimos instituir uma investigação, como governo provincial, às alegações no distrito da Zululândia”, adiantou.

O município rural da Zululândia é uma das áreas mais desfavorecidas de serviços públicos básicos no sudeste da África do Sul, incluindo o fornecimento de água que é praticamente inexistente.

O Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, tinha prometido combater a corrupção endémica no histórico partido ANC, no poder. Sucedeu a Jacob Zuma, em 2018, que foi forçado a sair por uma série de escândalos de corrupção ao mais alto nível do Estado.

CYH // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS