Governo lança campanha para emigrantes sobre serviços públicos

Governo lança hoje uma campanha de informação, denominada “Kit Emigrante”, que pretende responder aos serviços solicitados com maior frequência pelos emigrantes que regressam ao País durante os meses de verão.

Governo lança campanha para emigrantes sobre serviços públicos

Governo lança campanha para emigrantes sobre serviços públicos

Governo lança hoje uma campanha de informação, denominada “Kit Emigrante”, que pretende responder aos serviços solicitados com maior frequência pelos emigrantes que regressam ao País durante os meses de verão.

Governo lança hoje uma campanha de informação, denominada “Kit Emigrante”, que pretende responder aos serviços solicitados com maior frequência pelos emigrantes durante as suas visitas a Portugal. A ideia é disponibilizar um documento que liste os serviços mais procurados pelos cidadãos portugueses que residem fora de Portugal e regressam ao país nos meses de verão, conforme referiu Lusa o secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa, Luís Goes Pinheiro.

LEIA DEPOIS
Greve dos motoristas. Postos de abastecimento estão preparados para responder

Kit dos emigrantes é disponibilizado on-line

O governante detalhou que os “serviços mais procurados não são muitos” e que o ‘kit’ associa ainda “um conjunto de informações úteis”, como os números de telefone da Saúde24 e a linha de Segurança Social. A adesão à Chave Móvel Digital, a renovação do Cartão de Cidadão e alteração dos seus dados, o pedido do certificado de registo criminal, o pedido ou simulação de pensões através da Segurança Social ou da Caixa Geral de Aposentações são alguns dos 12 serviços do ‘kit’. Luís Goes Pinheiro explicou que este ‘kit’ será “desde logo disponibilizado ‘on-line’ no portal ePortugal.gov.pt”. “Mas como sabemos que para chegar junto destas comunidades é preciso mais que isso, iremos divulgar junto de todas as freguesias, todos os municípios”, assim como junto dos 157 gabinetes de apoio ao emigrante e dos 594 espaços do cidadão, adiantou.

Iniciativa elogiada

Com este alcance, o secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa espera abranger as localidades de menor densidade populacional, que “também são muitas vezes aquelas que mais recebem as visitas dos emigrantes”. A iniciativa foi desenvolvida numa parceria entre a Secretaria de Estado para a Modernização Administrativa e a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas. “Trata-se de um objetivo que visa garantir de uma forma ágil, de uma forma muito simples, o acesso à informação essencial para a vida dos cidadãos portugueses que se encontram no estrangeiro durante partes significativas do ano”, afirmou à Lusa o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

LEIA MAIS
Jovem de 15 anos morto pelo pai ao tentar defender a mãe
Calor vai voltar. Temperaturas sobem até aos 35 graus na próxima semana

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS