Governo dos Açores aprova injeção de 144,5 ME de capital na SATA Air Açores

O Conselho de Governo dos Açores autorizou hoje a injeção de capital de 144,5 milhões de euros na SATA Air Açores e a “posterior conversão em capital social da empresa”, foi hoje divulgado.

Governo dos Açores aprova injeção de 144,5 ME de capital na SATA Air Açores

Governo dos Açores aprova injeção de 144,5 ME de capital na SATA Air Açores

O Conselho de Governo dos Açores autorizou hoje a injeção de capital de 144,5 milhões de euros na SATA Air Açores e a “posterior conversão em capital social da empresa”, foi hoje divulgado.

A informação foi disponibilizada no comunicado do Conselho do Governo, que hoje se reuniu em Velas, na ilha de São Jorge, tendo o vice-presidente do executivo, de coligação PSD/CDS-PP/PPM, Artur Lima, explicado aos jornalistas que se trata de uma “transposição, para o normativo legal da região, do que foi acertado com a União Europeia”, no âmbito do processo de reestruturação da companhia aérea açoriana.

A Comissão Europeia aprovou em 07 de junho uma ajuda estatal portuguesa para apoio à reestruturação da companhia aérea açoriana SATA até 2025, de 453,25 milhões de euros em empréstimos e garantias estatais.

A verba aprovada divide-se em empréstimos diretos de 144,5 milhões de euros e assunção de dívida de 173,8 milhões de euros, num total de 318,25 milhões de euros a converter em capital próprio, e em garantias estatais de 135 milhões de euros concedidas até 2028 para financiamento facultado por bancos e outras instituições financeiras.

A região comprometeu-se com o desinvestimento de uma participação de controlo (51%) na Azores Airlines (responsável pelas ligações entre o arquipélago e o exterior).

“Herdámos uma SATA destruída, em falência”, lamentou Artur Lima, destacando a criação por parte do atual Governo Regional da Tarifa Açores, de viagens interilhas para residentes até 60 euros.

No comunicado, descreve-se que a injeção de capital “determina a assunção, pela Região Autónoma dos Açores, de dívida da SATA Air Açores [a empresa responsável pelas ligações interilhas], e a sua posterior conversão em capital social da empresa no montante total de 173,75 milhões de euros”.

Por outro lado, a ação “concede garantia sobre empréstimo de bancos e/ou outras entidades financeiras, a contrair pela SATA Air Açores, no montante de 135 milhões de euros”.

As dificuldades financeiras da SATA perduram desde pelo menos 2014, altura em que a companhia aérea detida na totalidade pelo Governo Regional dos Açores começou a registar prejuízos.

ACG // MLS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS