Governo: Compromissos do programa eleitoral do PS são todos mantidos — Mariana Vieira Silva

A ministra da Presidência afirmou hoje que o Governo mantém para a nova legislatura todos os compromissos que assumiu no programa eleitoral do PS, apesar de introduzir mudanças no cenário macroeconómico por causa da nova conjuntura internacional.

Governo: Compromissos do programa eleitoral do PS são todos mantidos -- Mariana Vieira Silva

Governo: Compromissos do programa eleitoral do PS são todos mantidos — Mariana Vieira Silva

A ministra da Presidência afirmou hoje que o Governo mantém para a nova legislatura todos os compromissos que assumiu no programa eleitoral do PS, apesar de introduzir mudanças no cenário macroeconómico por causa da nova conjuntura internacional.

“Os compromissos que tínhamos assumido são os compromissos que aqui apresentamos sem desistência de nenhuma medida”, declarou Mariana Vieira da Silva em conferência de imprensa, no Palácio Nacional da Ajuda, depois de ter apresentado as linhas gerais do Programa do XXIII Governo Constitucional.

Interrogado sobre medidas do programa eleitoral do PS que vão cair por causa da nova conjuntura internacional ser mais adversa para Portugal nos domínios económico e financeiro, a titular da pasta da Presidência assegurou que o executivo manterá todos os compromissos que o PS assumiu antes das eleições legislativas de 30 de janeiro.  

“Não abandonámos no âmbito deste Programa do Governo nenhum dos compromissos que tinham sido assumidos. Isso prende-se com a expectativa de que a conjuntura que atualmente vivemos não nos impedirá de, até ao fim da legislatura, Portugal poder retomar o caminho de crescimento e de modernização que vínhamos seguindo”, respondeu.

Segundo a ministra da Presidência, “esta é a avaliação que o Governo agora faz, com o contexto que existente”.

“É evidente que não sabemos como é que esta situação irá evoluir”, ressalvou logo a seguir.

Algumas das mudanças, de acordo com Mariana Vieira da Silva, foram já introduzidas no Programa de Estabilidade apresentado na semana passada ainda pelo anterior executivo.

“As alterações ao cenário macroeconómico são aquelas que constam do Programa de Estabilidade. Estas alterações têm impulsos de dois tipos: um impulso positivo, que se prende com a situação de partida [no início de 2022] ser melhor do que aquela que estava anteriormente prevista; e um impulso negativo decorrente da situação e conjuntura internacional”, acrescentou.

 

 

PMF/IEL // JPS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS