Governo compromete-se com “grande baixa de impostos” para rendimentos médios

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais anunciou que o Governo pretende desencadear “uma grande baixa de impostos” no próximo ano, que vai abranger particularmente os rendimentos médios

Governo compromete-se com

Governo compromete-se com “grande baixa de impostos” para rendimentos médios

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais anunciou que o Governo pretende desencadear “uma grande baixa de impostos” no próximo ano, que vai abranger particularmente os rendimentos médios

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, anunciou hoje que o Governo pretende desencadear “uma grande baixa de impostos” no próximo ano, que vai abranger particularmente os rendimentos médios.

“Com este caminho orçamental prudente, que alguns querem arrepiar, mas que nós não o faremos, nós conseguiremos fazer, no próximo ano, uma grande baixa de impostos, em particular para os rendimentos médicos e nessa dimensão, e nessa altura, olharemos para os escalões, para as deduções específicas e para todas as outras questões”, afirmou.

Este anúncio foi feito pelo secretário de Estado durante a discussão na especialidade do Orçamento do Estado para este ano, que decorre na Assembleia da República, em Lisboa. Nesta altura, os deputados falavam sobre as propostas de alteração ao IRS.

Em resposta a BE e PCP, Mendonça Mendes assinalou o “caminho extraordinário” desenvolvido “nos últimos cinco anos a nível do IRS”.

“Nós eliminámos a sobretaxa, nós alterámos o coeficiente familiar e nós fizemos uma grande reforma dos escalões em 2018, que permite termos hoje mais 200 mil pessoas a beneficiarem do mínimo de existência, que permite que as famílias portuguesas paguem menos de 1000 milhões de euros de impostos”, acrescentou.

 

 

LEIA MAIS Ministro cabo-verdiano acusa líder da oposição de plagiar Jair Bolsonaro

Impala Instagram


RELACIONADOS