Governo brasileiro arrecada 34 ME com leilão de três áreas portuárias

O Governo brasileiro anunciou hoje que arrecadou 148,5 milhões de reais (cerca de 34 milhões de euros) no leilão de três áreas nos portos de Santos, em São Paulo, e de Paranaguá, no Paraná.

Governo brasileiro arrecada 34 ME com leilão de três áreas portuárias

Governo brasileiro arrecada 34 ME com leilão de três áreas portuárias

O Governo brasileiro anunciou hoje que arrecadou 148,5 milhões de reais (cerca de 34 milhões de euros) no leilão de três áreas nos portos de Santos, em São Paulo, e de Paranaguá, no Paraná.

“Desse total, 37,125 milhões de reais (8,40 milhões de euros) serão pagos à vista, na assinatura do contrato, que deve ocorrer em até 120 dias. O restante será pago em cinco parcelas anuais. O investimento previsto em todas as áreas chega a aproximadamente 420 milhões de reais (95 milhões de euros)”, refere o Ministério da Infraestrutura do Brasil, na sua página na internet.

Das três áreas portuárias leiloadas, duas estão localizadas no Porto de Santos, no Estado de São Paulo, sendo que uma foi arrecadada por 35 milhões de reais (cerca de nove milhões de euros) pela empresa Aba Infraestrutura e Logística S.A, e a outra pelo Consórcio Hidrovias do Brasil, por 112,5 milhões de reais (cerca de 25,4 milhões de euros).

A terceira área que foi a leilão pertence ao Porto de Paranaguá, no Estado do Paraná, e foi arrecadada por um milhão de reais (230 mil euros) pela companhia Klabin S.A.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que acompanhou toda a sessão pública que decorreu na Bolsa de Valores de São Paulo, comemorou os resultados.

“Este foi mais um leilão do Presidente Jair Bolsonaro extremamente bem-sucedido e uma clara demonstração de confiança do mercado na política económica e nos passos que estão a ser dados”, destacou o ministro, citado no ‘site’ do ministério.

“Isso mostra que estamos na direção certa. Estamos a conseguir comunicar o que o Governo Federal está a fazer e, com isso, trazer confiança para o investidor”, concluiu Tarcísio Gomes de Freitas.

O secretário Nacional dos Portos, Diogo Piloni, frisou a importância que os Portos de Santos e Paranaguá possuem na logística do país.

“Provê-los com os novos investimentos previstos desse leilão é crucial”, avaliou Piloni.

As áreas portuárias em causa são destinadas à movimentação de fertilizantes e sal, graneis líquidos e celulose.

Em março deste ano, o executivo brasileiro fez um leilão de quatro áreas portuárias — três em Cabedelo, no Estado da Paraíba, e uma em Vitória, Estado de Espírito Santo, que renderam um total de 219,5 milhões de reais (cerca de 50 milhões de euros).

MYMM // SR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS