Governo: BE garante que não foge aos compromissos que contam, mas recusa “cheques em branco”

A coordenadora bloquista, Catarina Martins, assegurou hoje que o BE vai assumir os “compromissos que contam”, mas recusou “cheques em branco”, avisando que um país justo não é obra de “equilibrismos parlamentares sem fôlego para grandes mudanças”.

Governo: BE garante que não foge aos compromissos que contam, mas recusa

Governo: BE garante que não foge aos compromissos que contam, mas recusa “cheques em branco”

A coordenadora bloquista, Catarina Martins, assegurou hoje que o BE vai assumir os “compromissos que contam”, mas recusou “cheques em branco”, avisando que um país justo não é obra de “equilibrismos parlamentares sem fôlego para grandes mudanças”.

Catarina Martins discursou hoje, pelo BE, no encerramento do debate sobre o Programa do XXII Governo Constitucional, lembrando que a “clareza e cooperação maioritárias foram a grande força da última legislatura”, mas que apesar de nesta legislatura a situação ser outra, os bloquistas estão disponíveis para a negociação.

“Este é o mandato do Bloco de Esquerda de sempre, fiel a um programa claro, sem fuga aos compromissos que contam nem cheques em branco”, afirmou, desde de elencar as principais bandeiras com as quais o partido se apresentou a eleições, desde o investimento público, às questões laborais e à emergência climática.

A líder bloquista avisou que “um país mais justo não será obra de um ano, nem de dois, nem resultado de equilibrismos parlamentares sem fôlego para grandes mudanças”.

“Esse caminho não se fará sem incomodar quem hoje vive do privilégio. Esta legislatura precisa de uma determinação maior para responder pelo salário, pela saúde, pelo ambiente. É tempo de ser exigente”, concluiu.

JF // JPS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS