Fundação apela a enchente na exumação de Franco mas polícia está a vigiar acesso

A Fundação Francisco Franco fez hoje um apelo para que as pessoas se desloquem ao cemitério de El Pardo-Mingorrubio no dia 24, às 10:30, momento para o qual está marcada a exumação dos restos mortais do ditador espanhol.

Fundação apela a enchente na exumação de Franco mas polícia está a vigiar acesso

Fundação apela a enchente na exumação de Franco mas polícia está a vigiar acesso

A Fundação Francisco Franco fez hoje um apelo para que as pessoas se desloquem ao cemitério de El Pardo-Mingorrubio no dia 24, às 10:30, momento para o qual está marcada a exumação dos restos mortais do ditador espanhol.

A Fundação Francisco Franco convoca o ato para homenagear “quem tanto fez pela Espanha e pela sua grandeza” e apela a que “encham o panteão de flores e orações”.

O Governo espanhol anunciou hoje que os restos mortais do ditador espanhol Francisco Franco serão trasladados na quinta-feira da Basílica do Vale dos Caídos, em Madrid, para o cemitério Pardo, nos subúrbios da capital espanhola.

Em comunicado, o Governo espanhol adianta que na quinta-feira, às 10:30, será feita a exumação e trasladação dos restos mortais de Francisco Franco, salientando que o processo vai ser realizado em condições de “dignidade e respeito” e contará com a presença da família do ditador.

Após a exumação, os restos mortais serão trasladados para o cemitério de El Pardo-Mingorrubio, onde a viúva de Franco, Carmen Polo, está enterrada.

A exumação será feita no cumprimento da Lei da Memória Histórica, aprovada pelo Congresso em 2017, e de acordos adotados pelo Governo de Pedro Sánchez este ano.

Depois do anúncio do Governo, a Polícia Nacional restringiu o acesso àquele cemitério a partir de hoje e está a montar medidas de vigilância no local para controlar o acesso.

Os agentes estão a restringir a passagem pelo local à comunicação social e a todas as pessoas que não tenham nenhum tipo de ligação ao cemitério, estando ainda vigiar a área mais alargada.

Nos últimos dias, o fluxo de público que se dirigiu ao cemitério diminuiu, segundo disseram familiares de pessoas enterradas no local.

Desde as 11:00 de hoje, apenas dois carros funerários entraram no cemitério, depois de obterem autorização das forças de segurança presentes.

O parlamento espanhol aprovou em setembro último a proposta do Governo socialista a autorizar a exumação dos restos mortais do ditador.

Francisco Franco Bahamonde foi um militar espanhol que integrou o golpe de Estado que, em 1936, marcou o início da Guerra Civil Espanhola, tendo exercido desde 1938 o lugar de chefe de Estado, até morrer em 1975, ano em que se iniciou a transição do país para um sistema democrático.

PMC (DD) // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS