Frelimo pede que Moçambique receba desmobilizados da Renamo de “braços abertos”

A Comissão Política da Frelimo apelou hoje a todos os moçambicanos para receberem de “braços abertos” os membros da Renamo que estão a ser desmobilizados no âmbito do Acordo de Paz e Reconciliação Nacional, assinado na terça-feira.

Frelimo pede que Moçambique receba desmobilizados da Renamo de

Frelimo pede que Moçambique receba desmobilizados da Renamo de “braços abertos”

A Comissão Política da Frelimo apelou hoje a todos os moçambicanos para receberem de “braços abertos” os membros da Renamo que estão a ser desmobilizados no âmbito do Acordo de Paz e Reconciliação Nacional, assinado na terça-feira.

“A Comissão Política apela ao envolvimento de todos, para a materialização destes acordos, e exorta a sociedade a acolher de braços abertos os desmobilizados da Renamo, para que rapidamente se insiram na sociedade e colham os frutos da paz”, refere-se num comunicado do partido.

O entendimento assinado pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, e o líder da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), Ossufo Momade, é um marco histórico que revigora a confiança de um futuro de desenvolvimento para todos, segundo aquele órgão decisório da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo).

“O Acordo de Paz e Reconciliação Nacional de Maputo, precedido do Acordo de Cessação de Hostilidades Militares, assinado em Gorongosa, província de Sofala, responde aos anseios de todo o povo moçambicano, que sempre clamou pela paz, como condição para o desenvolvimento”, refere o texto.

A Comissão Política da Frelimo enaltece a pronta resposta dada pela Assembleia da República, ao aprovar, por unanimidade e aclamação, a Lei da Amnistia, o que demonstra a vontade de agilizar o processo de paz, mas também o reforço do espírito de reconciliação e irmandade.

O Acordo de Paz e Reconciliação Nacional visa encerrar, formalmente, meses de violência armada entre as forças governamentais e o braço armado da Renamo.

No âmbito das negociações para uma paz duradoura no país, a Assembleia da República aprovou o pacote de descentralização, que prevê a eleição de governadores provinciais e está em curso o Desarmamento, Desmobilização e Reintegração do braço armado da Renamo.

PMA // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS